InfoVarejo ACESSO RÁPIDO:
Tecnologia

PDV Linux ou Windows – qual a melhor escolha para sua loja?

Escrito por Matheus Lima | 07/05/2019
  • 489 visualizações
  • 20 compartilhamentos

Ao implementar um novo S.O. no Ponto de Venda (PDV), surge sempre uma grande dúvida, “Qual Sistema Operacional escolher, Linux ou Windows?”

De fato, a adoção de um novo Sistema Operacional, é algo que deve ser analisado com cuidado, uma vez que tanto o S.O. Windows, quanto o S.O. Linux, apresentam vantagens, cada um com suas funcionalidades específicas.

PDV linux ou windows

O que é um Sistema Operacional?

Sistema Operacional é um programa, ou um conjunto de programas, cuja função é gerenciar os recursos do sistema, fornecendo uma interface entre o computador e o usuário. Existem vários Sistemas Operacionais, o mais comum é o Windows. Porém, existem Sistemas Operacionais livres, como é o caso do Linux.

Sistema Operacional livre é quando um sistema disponibiliza o código fonte para modificações e quando você não precisa pagar pela licença do mesmo.

Caixa Linux:

O Caixa Linux possui um sistema que possibilita o manuseio em máquinas com hardware nas configurações mínimas. Além disso, a máquina para Caixa Linux não precisa ser tão potente para suportar esse sistema. Esses dois fatores fazem com que o Caixa Linux seja o mais comum entre os supermercadistas e varejistas.

Uma das vantagens do PDV Linux é que, ao ligar a máquina, a inicialização do sistema é instantânea, ou seja, impede qualquer manuseio incorreto do sistema e evita que o operador de caixa entre em outra página que não seja a do caixa.

O fato do Linux possuir uma licença livre, faz com que os gastos em relação ao sistema sejam menores. Além disso, é um sistema que dispensa preocupações voltadas à segurança e à ética na utilização do S.O.

Mesmo possuindo licença livre, não pense que o caixa terá uma velocidade reduzida, pelo contrário, em um caixa cujo sistema seja Linux, a inicialização e manuseio do PDV aberto são incrivelmente mais rápidos. A velocidade do sistema se dá ao fato do Linux não ter tantos arquivos de atualização e DLL, que é o que reduz a vida útil do sistema.

Sabe-se que, a maior parte dos usuários, não possui o conhecimento tão abrangente em relação ao Linux e, por isso, a Software House tem profissionais capacitados para esclarecer dúvidas e auxiliar em relação a qualquer tipo de problema que o caixa apresentar.

Caso precise de um caixa Linux com urgência, mas não sabe como adquirir ou instalar, entre em contato com seu fornecedor.

Caixa Windows:

É certo que o Sistema Operacional (S.O.) Windows é o mais conhecido. Pelo fato de ser o mais utilizado em residências, os varejistas acabam não pesquisando outros sistemas e decidem por utilizar o Windows como ferramenta operacional no computador do caixa.   

Escolher o Caixa Windows é uma decisão ruim?

Com toda certeza a resposta para essa pergunta é NÃO. O S.O. Windows não é uma opção ruim para a escolha de sua ferramenta de caixa, uma vez que tem um visual completamente intuitivo e, a maioria dos operadores, já conhecem, ao menos, o básico da ferramenta.

Em meio à essas informações, vem a grande dúvida: “Qual seria a vantagem do caixa Windows em relação ao caixa Linux?”

Com o Windows de meio de operação, pelo fato dos operadores de caixa terem uma maior familiaridade com o sistema, o conforto em relação ao ambiente é maior.

O Windows é um S.O. um pouco mais pesado. Desse modo, para implementá-lo você não pode ter uma configuração de hardware tão básica. Além disso, o sistema operacional Windows, precisa de uma licença para a utilização comercial. Esses dois fatores fazem com que o custo do Windows seja um pouco maior se comparado com o Linux.

Porém, em relação ao desempenho no dia a dia, o caixa Windows não fica para trás em absolutamente nada. Manter o S.O. em bom estado de conservação, tanto no meio físico (máquina concreta) quanto no meio virtual (deixar o sistema sem vírus ou programas desnecessários), são cuidados essenciais, em qualquer sistema, para que o caixa funcione da melhor forma possível.  

Entende-se que o caixa Windows é uma boa opção para quem quer dar um maior conforto  para o operador em relação ao manuseio do caixa. Porém, em relação à funcionalidades, o PDV é mais complexo.

E agora, qual escolher?

Depois de ter lido as funcionalidades de ambos os sistemas, cabe a você analisar qual Sistema Operacional melhor te atenderá.

Na sua loja seria mais interessante um S.O. de baixo investimento com um alto custo-benefício (Linux) ou um S.O. com alto investimento, mas que gera maior conforto no manuseio (Windows)?  Depois de examinar os prós e contras de cada Sistema Operacional, basta fazer a sua escolha e implementar o PDV em sua loja.

É importante ter em mente que o que vai determinar a escolha do Sistema Operacional é o cenário da sua empresa. Se você conta com pessoas capacitadas e com um fornecedor de software de gestão de confiança, o PDV Linux é, provavelmente, sua melhor opção. Além de não possuir custos, o Sistema Operacional Linux, fornecerá um maior desempenho e dará mais segurança para sua loja.

Você sabe o que é preciso avaliar na hora de instalar equipamentos em seu ponto de venda? Veja esse artigo.

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos varejistas.

Patrocinado