6 dicas para escolher o software de gestão da sua loja

Nos artigos anteriores explicamos porque é tão importante contar com um sistema ERP no seu varejo. Agora vamos ajudá-lo a escolher o software de gestão certo para sua loja.

6 Dicas antes de escolher o software de gestão da sua loja

 

É importante destacar que cada empresa é diferente e tem necessidades diferentes. Mesmo dentro do mesmo segmento, no caso o varejo, as necessidades de uma grande rede de lojas é diferente das necessidades de um pequeno varejo com uma loja e um caixa.

Portanto, é importante avaliar qual é a melhor opção de software de gestão para sua loja.

Aqui, vamos dar algumas dicas objetivas para o momento de escolher o software de gestão para a sua loja:

1. Avalie as necessidades da sua loja

Antes de começar a escolher o software de gestão é importante que esteja claro quais os problemas você quer resolver.

Normalmente são vários e é importante manter isso em mente, pois, muitas vezes, você precisará abrir mão de alguns atributos para ter outros.

Por exemplo: é muito difícil encontrar um software completo, que tenha todas as funcionalidades que você precisa, ou vai precisar no futuro, e que seja muito simples de mexer. Ou seja, simplicidade e software completo, normalmente, são atributos conflitantes.

Nesse momento é importante decidir qual a prioridade de sua empresa deve ser atendida pelo sistema. Um software completo vai exigir uma equipe mais capacitada, entretanto, por outro lado, vai oferecer inúmeras possibilidades, com flexibilidade para implementar processos da maneira que for melhor para você.

Escrevemos um pouco sobre os principais motivos de se implementar um software de gestão: veja o artigo.

2. Regras de negócio e particularidades

A segunda dica: é fundamental que você busque um software que seja focado no seu segmento. Se, por exemplo, você é um supermercadista, no momento de escolher um software de gestão, procure um que seja especializado em supermercados.

Cada negócio tem suas particularidades e ter um software que as atendam faz você ganhar produtividade. Você ainda ganha com ideias que foram implementadas em outros clientes de seu segmento, ideias essas que talvez sozinho você não as tivesse.

Ao adquirir um software você não só compra um produto, você passa a fazer parte de um grupo de usuários. Assim, você também terá acesso às novidades e à novas implementações.

Se você é um supermercadista, você preferiria uma nova funcionalidade que tenha sido implementada para uma loja de material de construção ou implementada para um supermercado?

3. Estrutura

Qual será a estrutura necessária para utilizar o software?

É importante avaliar os equipamentos necessários para utilização do sistema de gestão. Esse quesito pode variar muito de software para software, principalmente porque atualmente existem vários softwares em nuvem, que não exigem um servidor local, possibilitando economia.

Se você é um varejista com uma loja e for optar por um sistema simples, a opção do software em nuvem é excelente, pois você não precisa se preocupar com investimentos em servidor e backup (cópias de segurança), tampouco ter funcionários capacitados nesses assuntos.

Se seu caso é o de uma loja maior, com uma operação mais complexa, o software local tem suas vantagens, uma vez que não depende da internet para funcionar, ou seja, sua loja não para. Nesse caso, é importante ter pessoas capacitadas para resolver os problemas do dia a dia, como configuração de estações de trabalho, rede, etc.

Avalie também licenças de softwares necessárias, como o windows, banco de dados, etc. É importante colocar na conta esses custos. Sistemas que trabalham com software livre, como é o caso do Linux, têm uma grande vantagem, pois reduzem custo.

Veja nesse artigo mais informações sobre a utilização de software livre no varejo, acesse esse link.

4. Legislação

Na hora de escolher o software de gestão para sua loja é fundamental que você procure um que atenda às exigências da legislação brasileira. Para o varejista, isso é muito importante, pois no Brasil temos uma alta carga tributária e uma legislação complexa,  cujo não cumprimento pode gerar problemas como multas e impossibilidade de emissão de notas fiscais.

Portanto, é fundamental que você escolha um software de gestão que atenda às obrigações fiscais no seu PDV, isso evitará dores de cabeça e novos custos para regularização.

Se você quiser saber um pouco mais sobre os critérios da legislação específica do PDV, acesse esse material gratuito que fizemos: O guia da legislação.

Para o varejista, o cadastro de produtos é a principal fonte de informação para a circulação de mercadorias e, no momento de escolher o software de gestão, deve ser considerado se o mesmo atende às obrigações acessórias da classificação tributária dos produtos. Essa vantagem evita retrabalhos e problemas com a Receita Federal.

Quer saber mais sobre cadastro de produtos? Também temos um e-book gratuito, veja nesse link.

5. Implantação

Já avaliou os problemas que você quer resolver? O software atende às particularidades do seu segmento de atuação? Qual é a estrutura necessária e quais são as obrigações legais? Agora é hora de pensar na ação!

É importante prestar atenção no processo de implantação.

O sistema de gestão é apenas uma ferramenta. São as pessoas que vão utilizá-lo e criar valor com o mesmo. Portanto, muita atenção nesse passo.

Se envolva no processo, engaje seus funcionários.

Nossa dica é implementar, em um primeiro momento, o básico. E definir, ao longo do tempo, a implantação de melhorias e novos processos. As pessoas têm de acostumar com a ferramenta e enxergar seus benefícios.

6. Fornecedora do Sistema de gestão

Por último, mas não menos importante, é preciso avaliar a fornecedora de software. Não é como um fornecedor de mercadoria que você pode trocar de uma hora para outra, por isso, é fundamental que você conheça o histórico da empresa, suas referências de clientes (que não devem ser poucas) e seus reconhecimentos no mercado.

Você não vai colocar sua empresa na mão de um aventureiro do mercado, vai?

Portanto, não se deixe levar por uma pequena diferença de preços. Uma empresa que conta com estrutura, profissionais capacitados e bons produtos, pode ter um preço maior, pois qualidade, normalmente, custa mais caro.

Além disso, o sistema de gestão não é apenas um produto que você consome, existem pessoas no atendimento e desenvolvimento que serão acionadas quando você precisar. Por isso, avalie com cuidado a fornecedora do sistema de gestão que você vai implantar na sua empresa.

Escolher o software de gestão da sua loja é um desafio

Espero que essas dicas te ajudem a escolher o software de gestão para sua loja. Seguindo esses passos você terá uma base de critérios que devem ser atendidos no momento de fechar o contrato. Se a fornecedora do software atender essas demandas, você fará uma boa escolha.

Está pronto para escolher o software de gestão ideal para sua loja? Deixe nos comentários a sua opinião.

Ficou com alguma dúvida? Mande um e-mail para contato@infovarejo.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Apoiadores do InfoVarejo

{"slides_column":"4","slides_scroll":"1","dots":"false","arrows":"true","autoplay":"true","autoplay_interval":"2000","loop":"true","rtl":"false","speed":"1000","center_mode":"false"}