fbpx
Gestão

5 coisas que você não sabia sobre o papel do cupom fiscal

Escrito por Gabriel Junqueira | 27/01/2022
  • 5443 visualizações
  • 632 compartilhamentos
Tempo de leitura: 3 minutos

Um hábito comum entre os brasileiros é guardar o cupom fiscal, a famosa “notinha”. 

5 coisas que você não sabia sobre o papel do cupom fiscal

Porém, esse papel, que inicialmente parece ser inofensivo, possui algumas características que o diferenciam de um papel normal. 

Papel térmico

O papel do cupom fiscal não é como o papel normal, aquele que você usa para escrever ou imprimir algo. O cupom fiscal utiliza o papel térmico, que é um papel que não precisa de tinta. 

O papel térmico possui um revestimento que muda de cor para preto quando exposto ao calor. Nenhuma fita de tinta, toner ou cartucho de tinta é necessário para registrar informações no papel térmico. 

Mas você sabe qual componente é esse?

BPA

O componente utilizado para que esse processo aconteça é o BPA (Bisfenol A). É um componente extremamente tóxico para a saúde humana, já que atua como desregulador endócrino. 

Ou seja, ele altera a regulação de hormônios, podendo acarretar alterações no corpo, como doenças cardíacas, câncer de mama e de próstata, diabetes tipo 2, infertilidade e transtorno do déficit de atenção.

Não reciclável

Por ser revestido de BPA, os papéis térmicos não são recicláveis, já que esse componente, quando descartado incorretamente, pode passar para os lençóis freáticos, contaminando os rios e interferir, não só na saúde do ser humano, como nos animais que entram em contato com o BPA.

Além disso, todo o material que ele entrar em contato também deixa de ser reciclável. Assim, se na sua loja você descarta o papel térmico junto com os demais papéis, por pensar que dessa forma eles podem ser reciclados, você está contaminando todo o material. 

Insumos

A produção de papel térmico consome muitos insumos, o que contribui para o desmatamento e acarreta degradação do meio ambiente. Só no Brasil, a produção de papel térmico para a impressão de cupons fiscais anualmente consome:

  • 38 mil toneladas de CO2;
  • 35 bilhões de litros de água;
  • 35 mil barris de petróleo; 
  • 400 mil árvores.

Com a preocupação causada pelos efeitos do desmatamento e utilização de recursos naturais, como o aumento do calor e a seca em diversos países, qualquer alternativa que substitua o papel térmico deve ser pensada.   

Não necessidade de impressão

A legislação atual da NFC-e e do S@T não exige que você disponibilize o cupom fiscal impresso, caso o consumidor aceite a versão digital. Ou seja, você pode utilizar soluções sustentáveis e ainda assim cumprir com suas obrigações. 

Uma dessas soluções é o Cupom Verde, um cupom digital, em que seu cliente consegue acessar a cupom fiscal via aplicativo no celular. 

Algumas empresas oferecem um papel térmico sem BPA, mas não se engane, a única alternativa é o BPS, que é similarmente prejudicial. 

Com o Cupom Verde não existe preocupação com a toxicidade, você contribui com o meio ambiente, facilita a vida do seu consumidor e não paga nada a mais por isso. 

Quer saber qual o real custo do papel térmico para sua loja? Veja aqui!

Gostou do artigo? Deixe um comentário com sua opinião.

Tem dúvidas ou sugestões? Fale conosco pelo  Fórum InfoVarejo!