Inventário de loja: 6 dicas para a preparação desse processo

O inventário de loja é um processo fundamental para o seu negócio. Por meio dessa atividade todos os produtos presentes no estabelecimento serão contados, favorecendo um bom controle de estoque e reduzindo o risco de prejuízos, como perdas e rupturas.

 

Quer saber os motivos para realizar um inventário de estoque? Veja esse artigo.

Se você sabe da importância em realizar um inventário de estoque de loja, separamos algumas dicas para você preparar a sua empresa para a execução dessa atividade.

Essas dicas serão importantes, pois serão a base para o processo de contagem dos produtos do seu negócio.

Conheça as 6 dicas para a preparação de um inventário de loja:

1. Tenha um software apropriado para o inventário de loja

No momento de realizar a contagem dos produtos é indispensável contar com um software que tenha uma rotina de inventário. Essa funcionalidade deve oferecer a você a possibilidade de exportar o arquivo de produtos e, depois, importar o resultado do inventário.

Outra função importante desse sistema é fornecer um relatório das divergências encontradas após o inventário de loja.

O software será responsável por garantir a segurança dos dados para que você possa realizar o inventário de estoque. Além de possibilitar a análise dos dados e acompanhar a evolução das divergências dos inventários realizados ao longo do tempo.

2. Utilize ferramentas adequadas

Para a realização de um inventário de loja eficiente e seguro é preciso contar com ferramentas adequadas para dar suporte à contagem de produtos, visto que, essa contagem se realizada de forma manual comprometerá a acuracidade das informações e a produtividade da equipe de contagem.

Portanto, é fundamental que a contagem seja realizada por meio de um coletor de dados, isso evitará erros humanos, como erros de digitação ou a má-interpretação de números escritos. Com o coletor de dados é possível implementar várias práticas que vão melhorar a qualidade do seu inventário.

O coletor de dados também é essencial para dar agilidade ao processo, pois possibilita a contagem de maneira mais rápida, economizando mão de obra e ganhando tempo, pois o tempo destinado a essa operação deve ser cumprido conforme o planejado.

Veja esse artigo sobre o uso de coletor de dados e as vantagens para o varejista.

3. Decida a metodologia que será usada no inventário de loja

Antes de começar o processo do inventário, é preciso definir como será realizada a contagem das mercadorias.

Devido ao grande número de produtos presentes em um estoque do varejo, alguns apresentam formas diferentes de serem estocados e contados, sendo assim, para contar as mercadorias é necessário escolher a forma dessa contagem.

Por exemplo, o varejista precisa decidir se será contado peça por peça ou se será usado algum fator de conversão, contando assim, caixas, fardos ou paletes, de determinado produto. Outro exemplo é se as prateleiras serão contadas da esquerda para a direita ou de cima para baixo.

Para que a operação ocorra de maneira produtiva e eficiente, deve ser alinhado entre os profissionais a metodologia de contagem.

4. Defina quais áreas do estoque serão contadas

Tão importante quanto a decisão da forma que será contada, é a escolha das áreas que serão contadas no processo de inventário de estoque.

Para essa escolha é importante observar que algumas áreas não passam por um processo de inventário de estoque, áreas como o açougue e o sacolão, normalmente, passam por contagem diária dos produtos, devido à particularidade desses itens.

O varejista precisa definir se os produtos impróprios serão contados, a exemplo os produtos vencidos, danificados e já separados para devolução.

5. Avalie a opção de terceirizar a realização do inventário de loja

É uma boa opção escolher uma empresa especializada para realizar o inventário de loja do seu negócio.

Pode parecer que o investimento necessário para a contratação de uma empresa terceirizada seja alto, porém ao colocar no papel os gastos com equipamentos, hora extra de funcionários e treinamento, verá que vale a pena procurar uma empresa especializada.

E o mais importante: sem a certeza de que as informações coletadas são reais, o inventário perde o sentido. Portanto, contar com a ajuda de profissionais qualificados, que tem cases de sucesso no mercado varejista, faz muita diferença.

6. Realize o inventário no momento que a loja estiver fechada

No momento de realizar o inventário na sua loja é preciso ter controle sobre a movimentação das mercadorias, o que significa na prática, não haver movimentação física de mercadorias.

Entretanto, durante o funcionamento do seu negócio, esse controle é perdido devido ao fato dos consumidores conseguirem pegar os produtos nas prateleiras e colocarem em seus carrinhos ou, até mesmo, em outras gôndolas.

Portanto, a dica é: realizar o inventário de loja em um momento em que a circulação de clientes não seja liberada. Para não perder vendas, esse momento pode ser durante o período da madrugada ou em dias que o seu negócio não funciona.

O inventário de estoque é realizado para obter informações precisas das quantidades dos produtos. Uma vez que essa confiabilidade é comprometida, o sentido do inventário se perde. Portanto, se for possível, opte por realizar o inventário com a loja fechada.

Alguns varejistas realizam o inventário de estoque com a loja em funcionamento, porém devido à falta de controle, o resultado não é seguro, ou seja, a loja aberta compromete precisão dos resultados desse processo.

Conclusão

O inventário de loja é um processo fundamental para o varejo. Entretanto, só faz sentido a sua realização, se for executada de maneira segura, precisa e eficiente.

As dicas que apresentamos, podem nortear o seu processo de contagem de produtos. Portanto é importante você garantir que a movimentação não comprometa a acuracidade do seu inventário, por isso sugerimos a realização no momento em que a loja estiver fechada, contar com um bom software e com ferramentas adequadas, decidir a metodologia e as áreas que serão contadas, e avaliar a contratação de uma empresa terceirizada.

Os resultados de um inventário de loja realizado de forma correta ajudam o varejista no momento de tomar decisões para corrigir erros e evitar perdas, e, também, para criar ações visando melhorar os resultados da loja.

Gostou do artigo? Deixe sua opinião nos comentários e compartilhe com seus amigos.

Ficou com alguma dúvida? Mande um e-mail para contato@infovarejo.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *