Gestão Estratégica de Pessoas no Pequeno e Médio Varejo: é realmente possível?

É de longa data que se repercute a seguinte frase: “A maior riqueza das empresas são as pessoas que as formam“. E essa frase é dita tanto por gurus da administração quanto por donos de pequenos negócios com poucos funcionários. Aí vem a dúvida: se todos têm essa consciência, porque apenas uma pequena parcela dessas empresas consegue realmente atingir seus resultados? A resposta é simples: não são todas as organizações que cuidam dos indivíduos que a compõe.

Gestão Estratégica de Pessoas no Pequeno e Médio Varejo: é realmente possível?

Toda instituição é formada por processos e pessoas. Tenho certeza que se um freezer de seu supermercado parar de funcionar, você sabe exatamente para quem ligar, com a certeza que essa pessoa tem conhecimento para resolver esse problema. Então, por que você não consegue fazer o mesmo quando seu vendedor deixa de vender com qualidade? Ou quando seu gerente deixa de gerenciar com eficiência e de motivar sua equipe? Ou quando o relacionamento interpessoal está tão ruim dentro da empresa que afeta o atendimento dado ao seu cliente?

Existem três possíveis respostas: falta de conhecimento para resolver esses problemas, não se conhece quem tenha o conhecimento ou, finalmente, por se tratar de pessoas e não de um freezer, o varejista acredita que os indivíduos resolverão esses problemas sozinhos. Seja qual for a escolha, nenhuma delas está correta. Então, o que você deve fazer para resolver essas questões?

Resolvendo problemas na gestão de pessoas

Primeiramente, você tem que conhecer muito bem toda a sua equipe. Gestão significa administrar equipes, processos e recursos para alcançar objetivos. Portanto, o bom gestor deve entender um pouco de freezer, porém, muito mais de gente.

O gestor precisa conhecer os seis processos de gestão de pessoas:

  • Contratação – trazer para sua empresa as melhores integrantes;
  • Aplicação – alocar essas pessoas para que elas possam executar suas funções com a maior qualidade possível;
  • Reconhecimento – recompensar os esforços e resultados alcançados; Veja esse artigo sobre o feedback. 
  • Desenvolvimento – promover o desenvolvimento contínuo na busca de melhores resultados;
  • Retenção – criar condições para que os colaboradores nem pensem em sair de sua empresa;
  • Monitoramento – estar próximo para acompanhar o seu crescimento e verificar os pontos de melhoria.

Em todos esses processos, a Gestão Estratégica de Pessoas tem ferramentas que podem lhe auxiliar com a certeza de melhoria dos resultados. Ela será sua parceira na missão de conduzir os seus funcionários a encontrar os objetivos esperados por eles e por sua empresa. Como consequência, você terá funcionários motivados e clientes satisfeitos, cenário que todo empresário sonha em ter em seu negócio.

Entretanto, como eu posso implantar a Gestão Estratégica de Pessoas na minha empresa? Você pode adquirir conhecimento através de cursos e consultorias, que devem ter como missão ajudá-lo a encontrar, desenvolver, recompensar e manter os melhores colaboradores em sua empresa.

Se transforme em um Gestor Estratégico de Pessoas. É recompensador!

Esperamos que tenha gostado do artigo e caso queira saber de algo que ainda não encontrou no InfoVarejo, nos envie um e-mail.

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Apoiadores do InfoVarejo

{"slides_column":"4","slides_scroll":"1","dots":"false","arrows":"true","autoplay":"true","autoplay_interval":"2000","loop":"true","rtl":"false","speed":"1000","center_mode":"false"}