fbpx
Softwares

4 passos para avaliar o software de gestão em nuvem  

Escrito por Gabriel Junqueira | 13/07/2021
  • 229 visualizações
  • 23 compartilhamentos
Tempo de leitura: 4 minutos

Os softwares de gestão em nuvem podem executar as mesmas funções, mas as soluções diferem no tipo de nuvem em que estão hospedadas. Você deve avaliar os fornecedores de software de gestão  com uma visão clara dos requisitos técnicos e objetivos de negócios.

4-passos-para-avaliar-o-software-de-gestão-em-nuvem

É improvável que você encontre uma solução perfeita para todos os modelos de negócio. Isso ocorre porque os sistemas em nuvem ainda estão evoluindo. Por esse motivo, você deve selecionar um fornecedor que busque uma estratégia consistente com os objetivos de sua empresa. 

Separamos algumas das considerações para avaliar fornecedores de gerenciamento de nuvem. 

1. Software hospedado em nuvem X software baseado em nuvem 

Um software hospedado em nuvem é diferente de um software desenvolvido seguindo uma arquitetura em nuvem. No primeiro cenário, na prática, envolve em hospedar o software local em um data center, alugando as máquinas. Os benefícios serão o básico da nuvem, questão de backup automático, redundância e disponibilidade do serviço de acordo com o fornecedor da nuvem. 

No entanto, os custos geralmente são altos, e muitas vezes até inviabiliza a operação, pois esses softwares não foram construídos numa arquitetura que otimiza os custos de nuvem – eles foram desenvolvidos dentro de uma filosofia de software local.

Além disso, você não conseguirá aproveitar a mobilidade de um software desenvolvido para a nuvem, cujo acesso é via browser e independe do sistema operacional (você pode acessar por celular, tablet, notebook, sendo Android, Linux ou IOS). 

2. Integrações de ferramentas

Um erp em nuvem é apenas uma peça do quebra-cabeça das soluções de software dentro de qualquer empresa na década de 2020. Acompanhando nossos artigos você já deve ter percebido que a integração de sistemas é algo cada vez mais comum e estratégico para o crescimento das empresas. Veja mais sobre o tema no artigo Software em Nuvem e Crescimento das suas lojas. 

Um software de gestão em nuvem atual conta com uma arquitetura orientada a serviços (SOA – Service-oriented architecture), que em termos práticos, significa que o software é construído de forma modularizada e em pequenos blocos de funções. Isso significa que o software pode ser visto como um conjunto de funções integradas entre si – e integráveis com o mundo externo. 

Resumindo, o sistema já nasceu com uma filosofia de integração, diferente dos tradicionais sistemas ERPs monolíticos e engessados. Então coloque na lista de avaliação se o sistema foi construído orientado a APIs. É um avanço.

3. Segurança e disponibilidade da nuvem

Empresas de todos os tamanhos precisam estar atentas quando se trata de segurança cibernética. Respostas lentas a ataques e defesas fracas deixam as empresas à mercê dos hackers.

De acordo com  estatísticas citadas pelo Economist, “o tempo médio entre um invasor violar uma rede e seu proprietário perceber a invasão é de 205 dias”. Nesse tempo, os hackers podem causar danos incalculáveis ​​aos negócios e aos clientes.

Usar um provedor de serviços em nuvem pode eliminar as grandes despesas associadas a medidas de segurança cibernética, já que as melhores provedoras de nuvem contam com:

  • Proteção contra ataque de rede distribuídos(DDoS) – as principais soluções de segurança de computação em nuvem concentram-se em medidas para interromper grandes quantidades de tráfego direcionado aos servidores em nuvem de uma empresa. Isso envolve monitorar, absorver e dispersar ataques DDoS para minimizar o risco.
  • Segurança de dados – Com o aumento de violações de dados, as melhores soluções de segurança de computação em nuvem devem possuir protocolos de segurança para proteger informações e transações confidenciais. Isso evita que terceiros espionem ou adulterem os dados que estão sendo transmitidos.
  • Conformidade regulamentar – As melhores soluções de segurança de computação em nuvem ajudam empresas em setores regulamentados, gerenciando e mantendo infraestruturas aprimoradas para conformidade e proteção de dados pessoais e financeiros.
  • Disponibilidade – Uma solução de computação em nuvem fornece a segurança de que você precisa e está sempre disponível, esteja aumentando ou diminuindo a capacidade, ou até mesmo passando por algum advento externo, como a queda na internet ou falta de luz. 
  • Alta disponibilidade e suporte – Uma solução de segurança de computação em nuvem com as melhores práticas oferece suporte constante para os ativos da empresa. Isso inclui monitoramento ao vivo 24 horas por dia, 7 dias por semana e todos os dias do ano. As redundâncias são integradas para garantir que o site e os aplicativos de sua empresa estejam sempre online.

Quer saber mais sobre a segurança da nuvem? Veja esse vídeo da AWS:

4. Performance do sistema

A performance, ou seja, o desempenho de um software em nuvem tem um impacto significativo no desempenho de toda a infraestrutura do seu negócio. 

No dia a dia, para atender as demandas dos consumidores na Transformação Digital, você vai precisar de várias integrações no seu sistema. Por isso, os provedores de software em nuvem precisam ter insights sobre a relação entre o desempenho do serviço e os recursos disponíveis para utilizar totalmente suas infraestruturas e, ao mesmo tempo, atender aos requisitos de desempenho do seu negócio, todas as integrações.  

Você consegue perceber a performance de um software em nuvem através de pontos como tempos de resposta e rendimento, confiabilidade e disponibilidade do serviço técnico e escalabilidade as integrações.

Considerações Finais

Se sua organização está procurando adotar ferramentas de gerenciamento baseadas em nuvem, é crucial avaliar cuidadosamente as características do provedor de nuvem que será utilizado para evitar pagamentos excessivos e ineficiência.

Definitivamente, nem toda nuvem é igual. Pelo contrário. Por ser um tema muitas vezes técnico, os empresários tendem a enxergar as opções como iguais, quando são completamente distintas. Uma escolha errada pode colocar o sucesso do projeto em questão em risco.

Por isso, não se baseie apenas em custos e achismos, avalie a nuvem do seu fornecedor de software, e se necessário, peça a ajuda de profissionais técnicos para apoiá-lo nessa decisão.

Os custos da mudança de um software de gestão, por exemplo, são altíssimos, portanto, uma decisão estudada e consciente é o melhor caminho para fazer um ótimo negócio para sua empresa.

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos varejistas.

Caso ainda tenha dúvidas ou sugestões, mande para nós no Fórum InfoVarejo!

Publicidade