Eventos

Veja os conteúdos mais relevantes do último dia da NRF 2020

Escrito por Gabriel Junqueira | 15/01/2020
  • 645 visualizações
  • 48 compartilhamentos

Chegamos ao último dia da NRF 2020, foram três dias com muitas palestras e três andares com soluções inovadoras para o mercado varejista. 

Vendas online de alimentos

Um dos assuntos que mais tem me chamado atenção é o crescimento das vendas online de alimentos, e-grocery. 

Sabe-se que a participação das vendas online de alimentos não passa de um dígito percentual, mas o crescimento dessas vendas é notável. 

Na pesquisa do IDC realizada em 2018 as vendas online de alimentos aumentaram 37% em relação ao ano anterior, se destacando como categoria de maior crescimento. 

Em paralelo, categorias como eletrônicos e roupas possuem grande participação no e-commerce em relação às vendas totais. Mas o crescimento dessas é menor, não chegando a metade do crescimento da venda de alimentos online. 

Qual é um dos principais motivos para o aumento das vendas e-grocery? 

O cliente que compra online, mobile ou pelo computador é o mesmo. Isso faz com que as expectativas de compras fiquem cada vez maiores. 

A cada dia esse consumidor fica mais familiarizado com o e-commerce e passa a querer comprar alimentos e produtos de supermercado. 

Falamos muito no InfoVarejo sobre a visão do estudo para o médio e longo prazo como solução. Foque em produtos frescos e perecíveis, como hortifrúti, açougue e padaria. 

São esses produtos que diferenciarão a sua loja. São nesses produtos que o e-commerce tem mais dificuldade em chegar. 

No médio prazo essa é uma aposta que os varejistas de alimentos estão fazendo. Produtos de qualidade, personalizados e entrega de alimentos frescos é o diferencial. Você precisa entender o comportamento do seu consumidor. 

Clique aqui e confira os principais assuntos do Primeiro Dia da NRF 2020!

Dados

Os dados permeiam praticamente todas as palestras em exibição no último dia da NRF 2020 e praticamente todos os exibidores da feira. 

Hoje, existe um conceito de orientação a dados para a tomada de decisões. Porém, esse processo possui uma certa complexidade. 

Para que você capture dados, no contexto de uma loja física, você precisa de ferramentas e tecnologias para monitorar o comportamento do seu consumidor. Por exemplo, você pode usar mapas de calor ou a identificação do seu cliente no ponto de venda. 

Depois de coletados, você deve organizá-los e cruzá-los com os dados existentes, como os operacionais e de estoque. Em seguida, ao fazer a análise, você gera insights para tomar decisões. 

A orientação a dados é importante, principalmente, devido à velocidade da mudança no varejo

O varejo digital, e-commerce, já nasceu no ambiente virtual, onde a captura de dados é mais fácil e, assim, a mensuração dos mesmos. Todos os clientes são identificados, é possível ver exatamente quanto tempo cada cliente fica na página de cada produto e fazer testes AB com muita facilidade. 

Na loja física não é bem assim, mas ela tem um diferencial, é um ambiente de geração de dados muito ricos. Você precisa se aproveitar disso. 

É por isso que os grandes varejistas digitais abriram lojas físicas, para capturar dados reais. 

Assim, visão, orientação e investimento em dados, principalmente em fornecedores que podem ajudar sua empresa a capturá-los e tratá-los é uma grande tendência, é uma realidade do varejo. 

Orientação a dados é imperativo para o futuro do varejo físico. Apenas por meio de dados é entregar experiências personalizadas em escala.

Controle de estoque

No terceiro andar da NRF 2020 se encontram as startups com soluções inovadoras. 

São várias empresas, muitas com soluções específicas para problemas igualmente específicos. Muitas dessas voltadas para uma dificuldade muito comum no varejo, simples, mas de resolução fundamental, o controle de estoque. 

Sei como é difícil manter um controle de estoque preciso e atualizado, envolve disciplina, processo e investimento. Mas é fundamental para a evolução da sua empresa, para as operações, principalmente onlines, e para a satisfação do seu cliente. 

É o básico bem feito!

No último dia da NRF 2020 vi algumas soluções inovadoras que provavelmente veremos com mais intensidade nos próximos anos. Um exemplo é a utilização de drones e robôs para o monitoramento do estoque, seja do salão ou do depósito. 

Os grandes varejistas sabem que um estoque preciso é fundamental para o sucesso em todas as outras áreas. 

Como o varejo chegou até aqui?

Em meio ao advento da internet, surgiu o e-commerce, mudando os hábitos dos consumidores. Junto a isso vieram os Millennials e a geração Z, que nasceram no ambiente virtual, que estão transformando, cada vez mais e de forma intensa, o varejo. 

A internet trouxe preços menores, mais conveniência e maior mix de produtos, mas ela não conseguiu entregar o que o varejo físico tem de melhor, a experiência. 

Quando falamos em experiência, queremos nos referir aos nossos sentidos, sentir, tocar, ver, escutar e relacionar. O varejo caminha muito nessa direção, entregar experiências pessoais. 

Para conseguir entregar experiências voltamos ao ponto fundamental, a operação baseada em dados. 

Além disso, você precisa ter uma visão centralizada do consumidor, uma visão do cliente, para conseguir entender o que ele quer e precisa. 

Por fim, para que consiga operacionalizar tudo isso, você precisa de uma base bem fundamentada. Precisa de uma cultura forte da empresa, que declara o seu propósito e uma liderança engajada na mudança. 

Mudanças geram atritos e haverá erros pelo caminho. Por isso, é preciso que a liderança esteja comprada nesse projeto de transformação e que faça o básico bem feito. 

Não adianta falarmos em omnicanalidade e experiência do consumidor se o básico, como controle de estoque e financeiro, entender os resultados da loja e atendimento padronizado, não for bem feito.

A NRF 2020 acabou, mas o conteúdo não para aqui. Nos acompanhe pelo site e pelas redes sociais e fique por dentro de mais detalhes sobre a maior feira varejista. 

Quer saber o que aconteceu no Segundo Dia da NRF 2020? Clique aqui!

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos varejistas.

Caso ainda tenha dúvidas ou sugestões, mande para nós no Fórum InfoVarejo!

 

Publicidade