Gestão

O essencial bem feito e a receita para o sucesso

Escrito por Gabriel Junqueira | 12/03/2020
  • 576 visualizações
  • 172 compartilhamentos
Tempo de leitura: 4 minutos

Apesar do boom do comércio eletrônico, as lojas físicas ainda devem representar 85% das vendas nos supermercados em 2025, o que nos leva ao pensamento básico: o essencial bem feito deve ter nosso primeiro olhar. 

o-essencial-bem-feito-e-a-receita-para-o-sucesso

E-commerce! Aplicativo de vendas! Marketplaces! Nova tendência de arquitetura de loja! Inteligência artificial! Chatbot! Automação da equipe de vendas!

O varejista é perseguido por ferramentas tecnológicas e inovações que prometem mudar o seu negócio todos os dias. É natural ficar confuso e não saber qual caminho escolher, qual tecnologia investir. 

Aqui no InfoVarejo, somos apaixonados por como a tecnologia pode ajudar o pequeno e médio varejo a alcançar o sucesso. Acreditamos nisso! 

Mas de forma paradoxal, entendemos que o essencial bem feito é o alicerce para as empresas que estão nessa jornada.

Nas feiras e eventos que participamos, notamos que as empresas de sucesso e que  mais crescem, tem um zelo muito grande por questões operacionais básicas. 

Na NRF 2020, o CIO da Tractor Supply Company, empresa americana com 1814 lojas, que tem alto investimento em tecnologias, ao ser questionado sobre as prioridades para 2020, disse que o foco é aumentar a precisão entre o estoque físico e o virtual.

Trataremos as principais dimensões do básico bem feito, mas adiantando, tudo parte da visão de centralidade do consumidor. Isto é, olhar para o cliente, entender o que ele percebe como valor.

Qualidade e Preço

Um dos primeiros pontos essenciais da sua loja é a balança entre preço e qualidade de produtos estar aderente para seu cliente.

Esse atributo, preço vs qualidade, é o principal que o cliente avalia antes de comprar na sua loja. 

Sempre reforçamos que um caminho de sucesso para supermercadistas é o investimento nas categorias de produtos perecíveis e de fabricação própria, como açougue, hortifrúti e padaria. 

São dois os motivos principais:

1- Nessas categorias é possível se diferenciar em relação à qualidade dos produtos, o que gera fidelidade dos clientes e, portanto, tráfego para sua loja. 

O saco de arroz que seu cliente compra na sua loja é o mesmo que ele compra na do concorrente, o que muda é o preço. Agora, o pão de sal, a qualidade das verduras e das carnes, é onde você tem a oportunidade de se diferenciar e criar fidelização com seu cliente;

2- O e-commerce terá muito mais dificuldades para atender essas categorias. Dado que essas categorias se aproximam mais do modelo de delivery, e, por isso, precisam da proximidade geográfica da loja. Assim, você elimina dois problemas de uma só vez. 

A importância de um estoque correto

O segundo aspecto mais valorizado pelos clientes, e que é um dos pontos de maior frustração, é chegar na loja e não ter o produto. É a famosa ruptura de estoque. 

Esse é um fator que facilmente acarreta perda de clientes. 

O gerenciamento de estoque é um dever de todos da loja. Ter um estoque confiável é fundamental para a automatização de uma série de outros processos da loja, principalmente a questão do departamento de compras, para poder confiar no estoque virtual e ganhar produtividade nas compras.

Não apenas a disponibilidade esperada do produto deve ser mantida, mas também a qualidade e o prazo de validade. 

O estoque deve ser avaliado corretamente e os recebimentos devem ser atualizados adequadamente e periodicamente.

Manter o controle de seu inventário é importante para a lucratividade e eficiência de seus negócios. 

Um sistema de gerenciamento de estoque de varejo fornece uma visão geral atualizada e precisa dos níveis de estoque de cada produto.

Assim, você atende a demanda dos clientes sem o risco de excesso de estoque, o que gera custos desnecessários e reduz os lucros.

Não se esqueça da limpeza

De acordo com uma pesquisa realizada pela The Worldwide Cleaning Industry Association, 95% dos compradores relataram que banheiros impuros e odores desagradáveis ​​influenciam suas decisões de compras, além de pisos com manchas de sujeira, carrinhos de compras sujos e outros fatores.

A limpeza é importante, independentemente do negócio que você tenha, mas no caso do varejo, a limpeza pode fazer a diferença se um cliente faz ou não uma compra. 

As primeiras impressões são fundamentais para aumentar a probabilidade de um consumidor comprar um produto. Limpeza e manutenção também são fatores necessários para criar uma experiência de compra segura e agradável. 

Algumas lojas ignoram a experiência do cliente e negligenciam as tarefas de limpeza que, no final, podem ajudá-lo a ganhar mais dinheiro. 

Sua loja pode estar velha, com móveis desgastados, com piso quebrado, mas não pode estar suja. 

Controle dos números da sua loja

Uma parte importante de um negócio é a análise dos números da sua empresa, para um planejamento coerente e ações dentro da realidade, sem colocar sua loja em risco. 

Para tomar boas decisões de negócios, é crucial ter não apenas um bom plano de negócios, mas realmente prever dados e prever esses números básicos de vendas. Os relatórios gerenciais são grandes aliados nesse processo. 

Estar em dia com o FISCO também é um processo essencial, estar de acordo com a legislação impede multas e gastos inesperados. 

Depois de ter um entendimento básico dos conceitos simples sobre seu fluxo de receita, você poderá avançar no processo de planejamento.

Conclusão

O varejo é um modelo suscetível a erros, o que não é motivo para você não definir estratégias a fim de mitigá-los. 

Os consumidores entendem alguns erros, mas quando acontecem repetidamente a rejeição é inevitável. 

Fornecer um ótimo serviço ao cliente começa com a compreensão e o conhecimento do seu cliente; no entanto, conhecê-los é apenas o começo da jornada. 

O essencial bem feito é o mínimo que você deve oferecer ao consumidor e o mínimo que você deve fazer para ter o retorno financeiro.

Para ter sucesso, você deve fornecer um serviço de atendimento ao cliente indo sempre além, oferecendo um pouco mais do que o cliente espera.

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus contatos.

Ficou com alguma dúvida? Envie pelo Fórum InfoVarejo.

Publicidade