E-commerce

A influência do marketing digital nos supermercados em tempo de pandemia

Escrito por Ana Laura Ferreira | 01/10/2020
  • 235 visualizações
  • 15 compartilhamentos
Tempo de leitura: 4 minutos

O marketing digital tem crescido exponencialmente nos últimos anos, além disso, está abrangendo os mais diversos setores. Tanto que, podemos observar uma redução nos investimentos em Marketing Tradicional (Outdoors, Tv, Rádio, Impresso), já que boa parte das empresas têm direcionado seus maiores esforços em estratégias digitais.

A-influencia-do-marketing-digital-nos-supermercados-em-tempo-de-pandemia

 

Com os supermercados não poderia ser diferente, as estratégias digitais são mais comuns nesse segmento.

Porém, com o surgimento da pandemia de 2020, esse crescimento alavancou de forma considerável. Desde as maiores redes até os mercados menores, precisaram se adaptar e muitos deles encontraram uma saída no Marketing Digital.

É fato que a pandemia de 2020 trouxe inúmeros prejuízos para os diversos setores do mercado. No entanto, a intensidade do impacto foi menor para as empresas que já possuíam algum tipo de investimento digital.

Naturalmente, o mercado está adotando aos poucos as práticas e  estratégias digitais, já que ela se tornou fundamental para o desempenho de um negócio.

Quer entender qual é o papel do marketing digital dentro dos supermercados diante do cenário atual?

Acompanhe a leitura.

A mudança de comportamento do consumidor

A pandemia trouxe diversas incertezas que refletiram no comportamento dos consumidores e consequentemente na movimentação do mercado.

O distanciamento social trouxe mudanças drásticas na maneira de consumo e interação das marcas com os seus clientes. Um fato é que as pessoas estão evitando comprar em lojas e ambiente físicos. 

Além disso, devido aos impactos financeiros, muitas famílias precisaram reduzir o seu orçamento mensal. Essa atitude trouxe inseguranças para os consumidores, por isso itens não necessários têm sido evitados por parte deles.

Para os negócios como supermercados, farmácias, clínicas, restaurantes e padarias, é um alívio, já que o consumo permaneceu quase o mesmo. No entanto, a maneira de consumo não.

Devido ao receio e cautela, as populações estão preferindo comprar os insumos básicos por e-commerce e plataformas, em vez de supermercados físicos.

Algumas empresas já haviam notado essa tendência antes mesmo do surgimento da pandemia, e gradualmente ela estava alcançando espaço no mercado. Porém, ainda existia uma resistência, principalmente pelo público mais de idade, por não terem familiaridade e nem confiança nas plataformas.

Contudo, o cenário atual acelerou esse processo, quebrando algumas dessas resistências e conseguindo um público maior. 

Por isso, mesmo após a “normalização”, acredita-se que os hábitos dos consumidores continuarão sendo transformados pela tecnologia, porém, de forma ainda mais acelerada.

Afinal, porque enfrentar filas enormes em supermercados se você pode fazer a compra em minutos e aguardar em casa, enquanto aproveita o tempo com a família? Por que ir ao médico em uma primeira consulta se você pode fazer uma triagem em casa? Ou ir ao consultório de um psicólogo? 

O universo digital tem proporcionado mais conforto e mobilidade, tanto para profissionais, quanto para consumidores e a tendência é que os negócios encontrem cada vez mais maneiras de digitalizar seus serviços.

Um exemplo disso, quando foi a última vez que você assistiu um filme que não estivesse em uma plataforma de streaming ou comprou um CD para ouvir no rádio?

Os consumidores estão diferentes, por isso, não adianta insistir permanecer da mesma maneira, é preciso acompanhar as transformações e, se possível, estar sempre um passo à frente.

Supermercado online

Com a drástica mudança de comportamento, os supermercados precisaram encontrar uma maneira de manter o negócio. Uma alternativa foi digitalizar o mercado, alguns adotaram plataformas como WhatsApp, conectando-se em marketplace (Ifood, Rappi, Uber Eats) ou desenvolvendo o próprio e-commerce.

Diante disso, o número de vendas online dispararam em relação ao presencial. Mesmo os mercados menores puderam notar um aumento relevante ao adotar estratégias digitais.

Contudo, é possível que mesmo após a crise, o segmento alimentício fique cada vez mais tecnológico e, com isso, o Marketing Digital tornar-se uma peça fundamental.

A contribuição do marketing digital 

Como já falamos anteriormente, as estratégias digitais tem sido cada vez mais comuns, nos mais diversos setores. E podemos ver que não é apenas uma tendência que passará rapidamente, mas sim uma nova forma de vender e interagir com o público.

Conforme as empresas e negócios percebem o comportamento dos seus consumidores, elas entendem a necessidade em adotarem novas estratégias. Afinal, hoje “quem não é visto, não é lembrado” e a maneira de ser “visto” é por meio do digital, já que é onde boa parte dos consumidores estão.

Isso, porque quando uma pessoa precisa fazer um procedimento odontológico, por exemplo, ela não vai até um consultório perguntar “quanto custa um clareamento dental?”, ela pesquisa no Google, por clareamento dental preço

Ali ela encontra todas as informações que precisa, sobre localização, consultórios referências, indicações de influencers, avaliações e conteúdos explicando o procedimento, além de poder ser atendida online para saber valores e até agendar o procedimento.

Ciente disso, clínicas odontológicas podem adotar estratégias para melhorar o seu posicionamento nas páginas de resultados dos mecanismos de busca, como o Google. Não apenas em um segmento, mas otimizar as páginas para que elas se destaquem em outras pesquisas, como aparelho transparente preço ou implante dentário valor.

O mesmo serve para os supermercados, mas atenção, não existe uma fórmula que funcione para todos os negócios. O primeiro passo é entender quem é o seu público e onde ele está, para poder alcançá-lo.

Uma boa oportunidade, principalmente para mercados menores, é o investimento em redes sociais, como YouTube, Facebook, WhatsApp e Instagram. 

No entanto, elas não são a única maneira de conseguir bons resultados. O Marketing Digital consegue oferecer uma gama de oportunidades, como objetivo de atrair, converter e até  fidelizar o seu cliente.

De forma estratégica e bem planejada é possível trazer visibilidade para o seu supermercado e o melhor, com baixo custo de investimento em relação às mídias tradicionais.

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos varejistas.

Caso ainda tenha dúvidas ou sugestões, mande para nós no Fórum InfoVarejo!

Publicidade