fbpx
Softwares

A importância das integrações entre os softwares nos supermercados

Escrito por Marcelo Faria | 16/03/2021
  • 350 visualizações
  • 39 compartilhamentos
Tempo de leitura: 2 minutos

Imagine um atirador e um alvo. Agora, pense em um atirador que não define os padrões das suas armas e diante dele está um alvo em constante movimento. Diante dessa constante mudança, qual seria a chance dele atingir seu objetivo?

A importância das integrações entre os softwares nos supermercados

Essa analogia pode ser até um exagero, porém ela representa bem o cenário em que dois softwares diferentes foram criados para atender o mercado em geral. Em outros termos, levando em consideração a diversidade e a necessidade de cada cliente em sua área e sua individualidade.  

Naturalmente necessidades em geral como atualização de tecnologia, evolução de processos no sistema, solicitações de clientes e afins movem os softwares para uma evolução constante.

É impossível travar tais evoluções e olha que nem chegamos a falar dos reflexos que essas alterações causam na modelagem do banco de dados e suas tabelas.

Administrar todos os reflexos dessas evoluções pode até ser possível, pois boas empresas repassam a seus clientes de forma programada suas alterações, porém é necessário que o supermercado que faz uso dessa tecnologia possua estrutura e uma equipe preparada que tenha tempo para conseguir preventivamente fazer os ajustes necessários para evitar desacertos de integração. Entretanto, sabemos que essa não é uma condição comum a todos os lojistas. 

Os supermercados possuem um desafio que é integrar seus dados ao escritório de contabilidade, que na maioria das vezes é externo. Existem também, para acrescer dificuldade em tal processo, necessidades legais de ter na base local dados similares aos gerados pela contabilidade. 

Como analista, que já viu muita gente lutando por aí, aconselho que adotem a técnica que por legalidade traz a maior segurança e melhor custo benefício em tais integrações, fazer as comunicações de dados com os escritórios de contabilidade através dos arquivos SPED e Sintegra.

Esses arquivos possuem alterações de forma padrão. Traduzindo, tanto os softwares dos supermercados quanto dos escritórios de contabilidade terão que seguir um único modelo. Com isso, ganha-se em qualidade de comunicação e paridade de dados entre os supermercados e seus escritórios de contabilidade.

Os lançamentos corretos nos supermercados e a validação dos SPEDs e Sintegras farão com que a importação lá no escritório seja segura e padronizada.

Sabemos que existem dados que não fazem parte desses arquivos, porém já é um grande passo a estabilidade e confiabilidade nas integrações de dados entre supermercados e suas respectivas contabilidades.

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos.

Se tem dúvidas ou sugestões, nos envie pelo Fórum Infovarejo!

Publicidade