fbpx
Softwares

Integrações e Software de Gestão para o Varejo

Escrito por Gabriel Junqueira | 04/06/2021
  • 189 visualizações
  • 19 compartilhamentos
Tempo de leitura: 5 minutos

As relações comerciais atuais exigem que o varejo tenha e agregue cada vez mais e melhores soluções para um bom atendimento ao consumidor e para que o varejista alcance melhores resultados. 

Com isso, muitas empresas oferecem diferentes serviços para os sistemas, prometendo melhoria no atendimento, melhor gerenciamento de estoque, dentre outros pontos. 

Realmente, muitas dessas soluções podem agregar e melhorar os processos na sua loja, mas o fato é que você não vai encontrar todas essas soluções em uma só empresa, com um só fornecedor, em um só software.

Por isso, as integrações são um caminho inevitável para quem busca sucesso em suas operações.

Antes as empresas podiam contar com o ERP, agora, com a digitalização das operações e transformação digital, precisam de softwares para E-commerce e CRM, por exemplo.

Quando pensamos em Transformação Digital, as integrações entre softwares são naturais para a digitalização das empresas e operações.

O que é ERP?

Basicamente, ERP significa Sistema de Gestão Empresarial e surgiu em meados dos anos 90, quando as empresas tinham subsistemas ligados, mas os departamentos não estavam com as informações centralizadas.

Ou seja, o ERP é um centralizador de informações que fornece dados para a operação de diversos setores de uma loja: como controle de estoque, finanças, vendas e fiscal, por exemplo, tudo conversando entre si, porque os processos se entrelaçam.

Sendo assim, o ERP é um software de gestão que funciona como um integrador entre todos os sistemas da empresa. 

O que mudou de lá para cá?

Agora, principalmente com a Transformação Digital, o ERP precisa ser mais que um sistema integrador de departamentos e módulos do próprio sistema. Ele precisa ser um grande integrador de softwares satélites, uma fonte limpa dos mais diversos sistemas externos, que são indispensáveis no novo cenário varejista, como veremos nos próximos tópicos.  

CRM 

CRM significa “Customer Relationship Management” e se refere a todas as estratégias, técnicas, ferramentas e tecnologias usadas por empresas para desenvolver, reter e adquirir clientes.

Um software CRM garante que todas as etapas da interação com os consumidores ocorram de maneira suave e eficiente, a fim de garantir a fidelidade e aumentar os lucros. O software reúne dados do cliente de vários canais. Portanto, o CRM armazena informações detalhadas sobre o histórico geral de compras, informações pessoais e até mesmo padrões de comportamento de compra. 

Com todas essas informações é possível definir abordagens que conversam mais com cada cliente, como clube de descontos em itens específicos, cashback e ofertas exclusivas em datas, como aniversário. 

Imagine realizar uma promoção agressiva apenas para clientes que não visitam sua loja há mais de 30 dias. Não para por aí, para cada cliente, os produtos da promoção serão diferentes, de acordo com seu perfil de consumo, para aumentar as chances de recuperar esse cliente. Com CRMs atuais e de mercado, isso é possível!

Vendas online e e-commerce

As compras online mudaram o varejo físico por várias razões, sendo a principal delas, a conveniência.

Essa mudança nos hábitos de compra do consumidor da loja física para a online criou uma grande oportunidade para os varejistas criarem sua presença online e negócios para impulsionar as vendas e o crescimento. 

Nessa transição, o comércio eletrônico se beneficiou da tecnologia de computação em nuvem de várias maneiras. Qualquer empresa que pretenda construir ou expandir sua plataforma de e-commerce deve prestar muita atenção em como a computação em nuvem pode economizar tempo e recursos, além de outros benefícios, como:

  • Escalabilidade 

A hospedagem em nuvem permite que você construa sua presença de e-commerce tão rapidamente quanto seu negócio cresce. 

  • Estabilidade

Produtos sazonais ou promoções significam uma coisa para o seu site de e-commerce: picos de tráfego. O poder da hospedagem em nuvem oferece estabilidade superior para o varejo online.

  • Velocidade

40% dos compradores online abandonarão uma página da web se ela demorar mais de 3 segundos para carregar. 

Para qualquer empresa que trabalhe em e-commerce, essas estatísticas são preocupantes. Felizmente, com a integração em nuvem, você se beneficiará de velocidades que nenhuma infraestrutura local poderia prometer.

  • Segurança de estoque

A confiança é fundamental para o modelo de e-commerce. Os clientes precisam ter a garantia de que o pedido chegará completo e que a descrição no app ou site foi feita com precisão. Com a integração, os dados do app são atualizados automaticamente e você não corre o risco de perder clientes. 

Conciliação de Cartões

As vendas em cartão aumentam cada vez mais e esse não é um fato que irá regredir. Assim, um conciliador de cartões torna-se indispensável para o dia a dia financeiro do varejo. 

Conciliador de cartões é um software que concilia suas vendas de cartões e controla as tarifas cobradas sobre o valor das vendas e a antecipação de recebimento, confrontando informações repassadas pela administradora de cartões com as informações do seu contrato com a operadora.

Esse sistema tem inúmeros benefícios, como:

  • Evitar prejuízos;
  • Aumentar a produtividade;
  • Facilitar as negociações;
  • Melhorar a gestão;
  • Evitar fraudes.

Validação Tributária

O software de validação tributária ajuda os varejistas a aplicar as regras e taxas estaduais e federais apropriadas para que os impostos corretos sejam recolhidos. 

É imprescindível saber se os seus tributos estão sendo recolhidos corretamente e para ter acesso a essas informações, em tempo real, é fundamental que a ferramenta de validação tributária esteja integrada ao software de gestão da sua loja. Dessa maneira, será possível que seu cadastro de produtos esteja atualizado, de forma automatizada e simples, sem intervenção humana, economizando tempo e aumentando a segurança.

Quer saber mais sobre Validação Tributária? Leia nesse artigo!

Controle de Estoque

O controle de estoque é um processo que liga diversas atividades de uma empresa. Ao invés de usar o método tradicional da sugestão de compra e reposição de estoque baseado em dias de giro, com softwares modernos e especialistas é possível ter uma sugestão de compra e reposição de estoque baseada em IA. 

Essas empresas já utilizam uma abordagem mais dinâmica, tentam prever a receita com base na demanda, levando em conta aspectos como a temperatura, época do ano e festividades.  

O objetivo é evitar ruptura e buscar, ao mesmo tempo, ter o mínimo de estoque possível, preservando o caixa da empresa para investimentos.

Questões Técnicas Importantes 

A integração é trivial, mas ela precisa ser robusta. Os sistemas estão sempre mudando, e com as integrações não é diferente. A comunicação entre sistemas não é estática, é dinâmica. Então você precisa ter essas questões bem claras e definir os formatos principais, que são normalmente via arquivo ou via API.

Via Arquivo

Uma arquitetura de arquivo simples transfere conjuntos de dados por meio de um arquivo texto. Os arquivos costumam ser difíceis de interpretar e a configuração de um arquivo pode levar meses. Esse modelo é mais antigo se comparado ao próximo, mas ainda muito utilizado.

Via API

A integração de API transmite dados de maneira online. Uma conexão API é mais robusta e compartilha informações entre dois sistemas de software em tempo real. Uma integração por API normalmente é mais robusta e estável, o que confere uma confiabilidade maior à operação.

O Melhor Caminho

Para a Transformação Digital do seu negócio é fundamental contar com especialistas e fornecedores de soluções digitais. 

Uma coisa é fato, você não vai encontrar todas essas soluções com apenas um fornecedor. Essas soluções são especialistas, de diferentes áreas de conhecimento. Naturalmente, para ter o melhor de cada área, você vai precisar que essas soluções estejam integradas no seu ERP.

Portanto, você precisa contar com um ERP de mercado, com um fornecedor que entenda do seu negócio, para que boa parte dessas integrações já estejam prontas. Por exemplo, uma empresa de software de supermercados que seja estabelecida, provavelmente já tem várias integrações nativas e robustas. Não tem jeito, o caminho são os sistemas em API, nuvem. As integrações em nuvem são mais estáveis do que o sistema local, que podem sofrer com falhas na internet, e até mesmo com picos de energia.  

Não subestime a complexidade e importância das integrações para o futuro do seu negócio. Ao escolher um ERP, busque por soluções que tenham facilidade e versatilidade de integração com softwares de terceiros. Naturalmente, softwares de gestão nativos em nuvem, orientados a APIs, são grandes aliados e o caminho neste sentido.

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos varejistas.

Caso ainda tenha dúvidas ou sugestões, mande para nós no Fórum InfoVarejo!

Patrocinado: