Gestão

11 dicas para ajudá-lo a enfrentar o coronavírus no seu supermercado

Escrito por Gabriel Junqueira | 19/03/2020
  • 2764 visualizações
  • 15 compartilhamentos

Enquanto os setores público e privado tentam gerenciar o surto de Coronavírus, os varejistas de todas as categorias estão tomando medidas drásticas para tentar impedir a propagação do novo coronavírus. 

11-dicas-para-ajudalo-a-enfrentar-o-corona-no-seu-supermercado

Com especialistas dizendo que as pessoas devem evitar lugares lotados por causa do novo coronavírus, o que você deve fazer no seu supermercado para evitar o contágio pelo coronavírus?

1 – Limpeza 

Um dos pontos principais é limpar as áreas mais usadas com mais frequência, incluindo os caixas, terminais de cartão de crédito, esteiras e balcões de serviços e de alimentação. 

Lembre-se também de limpar as prateleiras ao reabastecer os produtos. A higienização dos banheiros deve ser feita com mais frequência. 

Os carrinhos e as cestas de compras e todos os outros equipamentos disponíveis no seu supermercado devem ser devidamente desinfetados. Somente uma vez ao dia não é suficiente, uma solução seria disponibilizar lenços umedecidos com álcool para que os clientes passem antes de utilizar.

Outra solução é separar os carrinhos em duas filas, uma para os clientes pegarem os carrinhos, outra onde eles devolvem para que os colaboradores do supermercado higienizem antes de um novo cliente utilizar. 

Mais do que nunca, ter uma loja limpa é fundamental para a satisfação e tranquilidade dos seus clientes. Não economize esforços nesse objetivo, seus clientes vão valorizá-lo!

2 – Disponibilize álcool

Reabasteça os banheiros, tanto o dos clientes como o dos colaboradores, com sabonete líquido para as mãos e álcool em gel. 

Disponibilize o álcool também nos balcões e nas entradas da loja. E não se esqueça de fazer campanhas para conscientizar os colaboradores e consumidores de sempre higienizarem as mãos. 

3 – Janelas abertas

A maior parte dos ares condicionados apenas recirculam o ar, fazendo com que o vírus continue na sua loja por muito tempo, contaminando quem estiver nela. 

Por isso, evite usar o ar condicionado e deixe sempre as janelas e portas abertas, para a circulação de ar. 

4 – Orientações gerais

Conscientize seus funcionários e clientes sobre isso. Uma das formas de contágio do coronavírus é por contato físico. Quando for chamar alguém, não encoste na pessoa, nem mesmo chegue perto. 

Oriente os colaboradores a não se cumprimentarem e deixe claro que caso algum funcionário esteja com febre ou suspeita de contágio pelo coronavírus fique em casa.

5 – Fornecedores

O contato é a principal forma de contágio do coronavírus. Se existem formas de evitar, por que arriscar?

É indiscutível que você precisa ter contato com os fornecedores do seu supermercado, mas você não precisa que esse contato seja presencial. 

Realizar compras remotamente, com o apoio de sistemas de cotação já é uma realidade. Para aqueles que já possuem o processo de cotação de preços aderido é mais fácil. 

6 – Velocidade da fila

Quanto mais ágil o PDV, menos aglomerada ficará a fila. Principalmente neste momento, com a NFC-e, é fundamental que o sistema seja fluido com partes importantes como  as rejeições e a contingência offline.

Por isso, deixe tudo alinhado, principalmente com os colaboradores, para que os clientes fiquem na fila o menor tempo possível. 

7 – Operações em dia

Para que você mantenha as obrigações do seu supermercado em dia e as operações diárias continuem funcionando é importante tomar algumas medidas. 

Setores como compras, administrativo, fiscal e financeiro precisam continuar rodando, é o que garante o abastecimento do supermercado como um todo. Uma opção é segregar as equipes, o home office é um exemplo.

Dessa forma, esses setores podem trabalhar de casa com acesso remoto ao sistema da empresa, evitando contaminar outros funcionários e clientes. 

8 – Troco em dinheiro

As notas e moedas são uma forma de ter contato com o vírus. Além disso, ao pagar uma compra ou pegar o troco, você corre o risco de encostar na pessoa e passar ou pegar a doença. 

Uma possível solução é um aplicativo de troco no CPF, que, o cliente ao realizar um pagamento, o troco pode ser depositado na sua conta do aplicativo. Além de ser uma forma que previne o contato, também ajuda sua loja a resolver o problema de moedas para troco e quebra de caixa.

9 – Inventário 

Monitore de perto o inventário do seu supermercado e mantenha, principalmente, os produtos de alta demanda em estoque, como sabão líquido, desinfetante, água sanitária, toalhas de papel, papel higiênico, álcool e outros produtos para limpeza. 

10 – Serviço de entrega e e-commerce

Como muitas pessoas estão evitando sair de casa, os serviços de entrega tendem a ter um aumento substancial durante esse período. 

Caso seu supermercado já tenha essa modalidade, faça promoções e campanhas para que as pessoas comprem pela loja virtual e diminuam, assim, a chance de contágio. 

Essa é uma grande oportunidade para atender os seus clientes e trazer novos consumidores para a sua loja

11 – Política de preço

É certo que terá o desabastecimento de alguns produtos e por isso você pense que deva aumentar o preço dos produtos. 

Cuidado! Isso pode ser um tiro no pé. 

A sensatez é muito importante nesse momento, principalmente com os produtos de muita saída, como o álcool em gel e produtos de higiene. Uma solução para evitar a escassez do estoque é limitar a quantidade de determinados produtos por compra. 

A população está muito sensibilizada, por isso, você precisa ter uma visão comunitária e tomar muito cuidado para não manchar a imagem da sua empresa visando lucrar nesse momento. 

Tópico Bônus – Limitar o número de clientes

O recomendado para prevenção pelo coronavírus é manter uma distância de dois metros. Como você consegue fazer essa prática no seu estabelecimento?

O primeiro ponto é limitar o número de clientes dentro da loja, o que vai depender do tamanho e da capacidade dela. Sempre que um cliente sair da loja você deixa outro entrar.

Conscientize também em relação ao espaçamento entre as pessoas, principalmente nas filas, peça para que mantenham a distância de ao menos 1 metro uns dos outros. 

Seja consciente 

Todos precisam entender que estamos passando por uma crise inédita, que a humanidade moderna nunca presenciou. 

A situação exige o melhor de cada um de nós, e isso se aplica também ao varejista, que precisa trabalhar com responsabilidade para cumprir sua função e abastecer as famílias. 

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos e deixe seu comentário.

Se tem dúvidas ou sugestões, nos envie pelo Fórum Infovarejo!

Publicidade