fbpx
Softwares

Como funciona o saque de dinheiro no Brasil? 

Escrito por Anderson Locatelli | 06/07/2021
  • 254 visualizações
  • 25 compartilhamentos
Tempo de leitura: 4 minutos

Atualmente, no Brasil, as únicas formas de uma pessoa conseguir dinheiro em espécie é por meio do saque em agências bancárias ou caixas 24h. 

Como funciona o saque de dinheiro no Brasil

Existe o ditado “sempre ande com ao menos 20 reais na carteira”, mas só nos lembramos disso quando precisamos de dinheiro em espécie, no entanto, a maioria de nós não anda nem com 2 reais no bolso. 

A grande questão, que acaba se tornando um problema, principalmente nos momentos de sufoco, é que nem sempre é possível ir em um banco sacar dinheiro. 

A dificuldade em sacar dinheiro perpassa por vários pontos: 

Dificuldade em encontrar agência 

A maioria das agências bancárias ficam concentradas em centros comerciais e grandes cidades, longe da maior parte das residências e das cidades do interior do Brasil. Ou seja, a pessoa precisa se organizar para sacar dinheiro quando for até essas regiões. Além da questão da logística e do tempo, a falta de agências bancárias também implica no risco de segurança, de pegar um ônibus, por exemplo, com um montante de dinheiro. 

Outra opção são os caixas 24h, mas que ainda não são tão comuns na maior parte das cidades brasileiras. Além disso, os caixas 24h possuem um custo elevado em cada saque; alguns bancos cobram até R$6,00 por saque. 

Indisponibilidade de dinheiro

Quantas vezes você já precisou sacar um valor inferior a R$100,00, mas o caixa não tinha notas de R$20,00 ou R$10,00 disponíveis?

Isso é algo bem comum e que não possui uma solução aparente. Quando isso acontece, a única opção é procurar um outro caixa ou até mesmo outra agência, que provavelmente vai ser distante. 

Pandemia

Com a distribuição de crédito e auxílio emergencial, o total de cédulas em circulação cresceu mais de 30% desde fevereiro, chegando a R$ 333,6 bilhões ontem, segundo dados do Banco Central (BC), que também registrou um aumento de 18% no valor médio de saques. 

Ou seja, mesmo com o aumento do uso de cartão de crédito e débito, as pessoas não diminuíram a necessidade de sacar dinheiro, muito pelo contrário. Com a pandemia, a população também tem evitado  ir em lugares distantes e não são todos os bairros que possuem bancos de todas as instituições financeiras. Ou seja, hoje em dia, é indispensável um serviço mais perto de casa que ofereça essa opção. 

Fora isso, ainda que as pessoas saiam para trabalhar, por exemplo, elas, no geral, só têm tempo de ir em uma agência na hora do almoço, que é o horário de maior pico dos bancos. Além da fila que  precisam enfrentar, também existe um maior contato com outras pessoas, aumentando a exposição e, assim, o risco de contágio. 

O home office também é uma questão. Muitas empresas já decidiram não voltar com as atividades presenciais, o que gera um menor fluxo de pessoas nas áreas centrais e maior concentração nas áreas residenciais.

Outro ponto é que a pandemia fez com que muitas agências bancárias fechassem as portas. Assim, muitas vezes, você precisa sacar dinheiro, mas se depara com um espaço vazio, onde antes existia um banco. 

Solução em boa hora 

Depois de todos esses pontos, percebemos que é preciso uma nova solução para o problema de saque em dinheiro, não é mesmo? 

Você já pensou que todo caixa poderia ser um caixa eletrônico? A Sled já. 

A Sled é a única plataforma financeira focada no varejo físico que oferece soluções para esse tipo de problema. Com a Sled Saque é possível que a população encontre locais para saque de dinheiro próximo de suas casas, como em supermercados, postos de gasolina e farmácias. 

Assim, para sacar dinheiro, basta ir até um local que ofereça a solução de saque e solicitar o saque no caixa, utilizando um cartão de débito com a bandeira Mastercard. Com a Sled Saque todo caixa vira um caixa eletrônico. 

Mas quais os benefícios dessa solução?

  • Reduz a quantidade de sangrias, já que o dinheiro sai aos poucos a cada saque efetuado;
  • Reduz o tempo de armazenamento do dinheiro;
  • Reduz o tempo de deslocamento de transferência de dinheiro;
  • Diminuição de valor acumulado no caixa, o que favorece a segurança;
  • Atração de novos clientes todos os dias, já que o percurso diário para acessar este serviço será menor e eles podem aproveitar para fazer compras na sua loja;
  • Clientes terão a segurança e comodidade que o varejo oferece, como estacionamento e a possibilidade de fazer compras;
  • Com a pandemia e a maioria dos locais fechados, os clientes se beneficiarão ao precisarem se deslocar menos para conseguir sacar dinheiro, nesse sentido, o saque em locais mais próximos acontece em um ótimo momento;
  • Autonomia do varejista para determinar a quantidade máxima de dinheiro disponível no PDV.

Atraindo novos clientes

Como você viu, a dificuldade em sacar dinheiro é uma realidade, mas que não significa que as pessoas não precisam dessa modalidade. 

A solução é muito simples e rápida e, o melhor, atraindo novos clientes para a sua loja, ajuda no crescimento e consolida o seu negócio no mercado como sendo mais que um ponto de vendas, mas uma solução para os problemas do consumidor.

Para saber como oferecer a solução no seu varejo, acesse este link e fale com o time de vendas da Sled! 

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos varejistas.

Caso ainda tenha dúvidas ou sugestões, mande para nós no Fórum InfoVarejo!

Patrocinado: