InfoVarejo ACESSO RÁPIDO:

Legislação

Aumento do limite de faturamento do SUPER SIMPLES

Aumento do limite de faturamento do SUPER SIMPLES

Legislação, Varejo
Na terça-feira dia 4 de outubro de 2016 o Congresso nacional aprovou sem alterações o texto do Super simples, que havia passado anteriormente pelo Senado. A última etapa consiste no sancionamento por parte de Michel Temer, o atual presidente. Aprovada, a medida deverá entrar em vigor a partir de 2018, elevando o limite de faturamento de R$ 3,6 milhões para R$ 4,8 milhões por ano.O aumento do limite do Super Simples é uma conquista. O Congresso aprovou o projeto de lei por unanimidade, com 380 votos, incluindo ainda uma evolução que permitirá a regulamentação do “investidor-anjo”, que são pessoas que podem financiar projeto ou start-up sem a necessidade de participar da sociedade ou da administração da empresa. Durante a votação foram divulgados dados sobre a redução da arrecadação,
NF-e e NFC-e: qual a diferença entre esses documentos?

NF-e e NFC-e: qual a diferença entre esses documentos?

Legislação, Varejo
Você está abrindo uma loja e precisa de emitir Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica? Se este é seu caso, leia antes esse artigo “Quando sou obrigado a ter uma solução fiscal no PDV?”, ou se preferir, baixe O Guia da Legislação no Ponto de Venda, o e-book gratuito e completo sobre o assunto. Muita gente confunde NF-e e NFC-e, o objetivo desse post, e do vídeo abaixo, é esclarecer essa dúvida.  Diante do cenário atual, no qual boa parte das empresas brasileiras já usa a Nota Fiscal Eletrônica, vamos esclarecer as diferenças entre ela e a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica. Mas, para começar, precisamos mostrar no que elas são iguais.As similaridades entre a NF-e e NFC-e O processo de funcionamento de ambas é similar. Elas consistem em um documento fiscal eletrônico, transm
O que é a manifestação do destinatário de uma NF-e?

O que é a manifestação do destinatário de uma NF-e?

Gestão, Legislação, Varejo
A manifestação é um procedimento que visa trazer maior segurança às operações mercantis, já que ela valida fiscalmente a transação, evitando o uso indevido do CNPJ e IE (Inscrição Estadual) do destinatário, aquele a quem a nota está destinada, ou seja, o cliente.O processo é composto por 4 eventos, que informam ao fisco que o destinatário da NF-e confirma ou não as informações prestadas pelo emissor da NF-e, ou seja, o fornecedor:Ciência da Emissão Confirmação da Operação Registro de Operação não Realizada Desconhecimento da Operação1. O evento Ciência da Emissão A "Ciência da Emissão" tem o objetivo de solicitar a obtenção do arquivo XML referente a uma NF-e. Somente após o registro desse evento é que o destinatário da NF-e pode efetuar o download do XML. Essa a
Não tenha surpresas durante uma paralisação da NFe da Sefaz

Não tenha surpresas durante uma paralisação da NFe da Sefaz

Gestão, Legislação, Varejo
A Nota Fiscal Eletrônica (NFe) é um documento fiscal gerado após a autorização da Secretaria da Fazenda. Para tal, a empresa, por meio da internet, se conecta aos servidores da SEFAZ. Mas, o que acontece se o serviço da SEFAZ estiver indisponível? Como reagir a uma paralisação da NFe? Toda empresa, um supermercado, padaria, mercearia ou qualquer outro negócio, já passou por isso. Mas, quais as repercussões, o que fazer?Indisponibilidade na autorização de NFe Considera-se "indisponibilidade" a situação na qual a SEFAZ não atende à solicitação de um estabelecimento para autorização de uma NFe. Isto ocorre independentemente do software utilizado, seja um software pago ou o gratuito oferecido pela SEFAZ. Um Data Center, ou centro de processamento de dados, é o local onde estão concen
A fiscalização chegou em minha loja. E agora?

A fiscalização chegou em minha loja. E agora?

Legislação, Varejo
A fiscalização presencial é uma atividade rotineira do fisco. Afinal, o papel do auditor fiscal é o de inspecionar o contribuinte quanto ao cumprimento da legislação tributária. Para tal, ele busca evidências acerca do montante devido ao Estado e se o mesmo foi devidamente pago pela empresa. Essa ação da fiscalização acontece com todas as empresas, portanto, é importante estar preparado para que ela seja conduzida da melhor maneira por todos os envolvidos, seja em um supermercado, padaria, lanchonete ou mercearia.Quem deve acompanhar o fiscal durante a fiscalização? O primeiro passo é direcionar um funcionário de confiança para receber o auditor fiscal, que conheça bem a empresa e que entenda do processo de tributação estadual, federal e municipal. Ao recepcionar o fiscal, sol
Legislação no PDV, fornecedoras de software e os reflexos ao varejista

Legislação no PDV, fornecedoras de software e os reflexos ao varejista

Legislação, Varejo
A fiscalização no varejo é cada vez mais presente e o fisco tem adotado novas estratégias de garantir o cumprimento de todas as obrigatoriedades. Dessa forma ter certeza do andamento correto da legislação no PDV (ponto de venda) é garantir que a empresa não sofra consequências legais. Ao longo dos anos, observamos uma legislação cada vez mais abrangente e uma fiscalização crescente, exigindo mais profissionalismo e impondo uma série de obrigações e exigências para todas as partes envolvidas: varejistas, contadores e desenvolvedores de software, conhecidas como software houses.Nesse cenário, várias software houses não conseguem acompanhar a legislação, oferecendo ao mercado soluções paliativas e inseguras fiscalmente. Observa-se a existência de soluções tecnologicamente atualizadas por
Fim do emissor gratuito de NF-e. E agora?

Fim do emissor gratuito de NF-e. E agora?

Legislação, Varejo
Após a divulgação da notícia do fim do emissor gratuito de NF-e da SEFAZ-SP, as empresas que utilizavam essa ferramenta para envio dos documentos eletrônicos se viram diante da dificuldade de encontrar outra solução que atenda ao seu negócio.Uma pesquisa feita pela SEFAZ apontou que a maioria das empresas utiliza outros emissores, mais completos e integrados com softwares de gestão, o que motivou a Secretaria da Fazenda por descontinuar o sistema. Embora a notícia indique que apenas 7,8% das notas emitidas são feitas pelo software gratuito, certamente que a quantidade de emitentes que a utilizam é bem maior. A notícia pegou muitos contribuintes e contadores de surpresa, já que a emissão das notas fiscais eletrônicas é obrigatória para a maioria das empresas e o serviço não pode ser in
Software não fiscal. Vale a pena?

Software não fiscal. Vale a pena?

Legislação, Varejo
Você sabe qual o momento de largar a informalidade e adotar uma solução fiscal em sua loja? Nesse artigo vamos apresentar as vantagens de adotar um software fiscal em seu negócio.O dilema do “dono” de um pequeno negócio A falta de conhecimento nos assuntos fiscais; as obrigações acessórias; a complexidade da legislação; o grande volume de informações. Esse cenário leva o pequeno comerciante, muitas vezes, a procurar o caminho da informalidade, pois ele vincula uma maior complexidade operacional a um maior valor a ser pago em impostos.Por sua vez, a informalidade traz, em conjunto, o descontrole operacional e a insegurança fiscal. Uma ação muito comum é o pequeno comerciante manter suas vendas “contábeis” em um patamar que lhe permita se manter enquadrado dentro do “Simples Naciona
7 cuidados ao adotar a NFC-e

7 cuidados ao adotar a NFC-e

Legislação, Varejo
A Nota Fiscal de Consumidor eletrônica (NFC-e) promove um intercâmbio de informações em tempo real entre o fisco e as empresas. Ela é uma alternativa ao ECF (emissor de cupom fiscal), pois elimina vários procedimentos engessados e contraproducentes. A NFC-e desburocratiza o varejo, aperfeiçoa seus métodos e proporciona maior flexibilidade no atendimento ao consumidor.Com essa nova tecnologia alguns cuidados são essenciais para que a operação do dia a dia transcorra sem sobressaltos em sua loja. 7 cuidados essenciais ao adotar a NFC-e: 1. Controle de validade do certificado digital Imagine o transtorno de ver o seu faturamento parado devido ao vencimento da validade do certificado digital. Um bom sistema de emissão de notas fiscais eletrônicas deve implementar um aviso ao usuário
O que é o PAF-ECF, SAT e NFC-e?

O que é o PAF-ECF, SAT e NFC-e?

Legislação, Varejo
Você está abrindo uma loja e precisa de emitir cupom fiscal? Se este é seu caso, leia antes esse artigo “Quando sou obrigado a ter uma solução fiscal no PDV?”, ou se preferir, baixe O Guia da Legislação no Ponto de Venda, o e-book gratuito e completo sobre o assunto. Nesse post vamos explicar o que é PAF-ECF, SAT e NFC-e de uma forma mais "técnica".  Temos atualmente 3 soluções fiscais que variam conforme cada Estado: o PAF-ECF (Programa Aplicativo Fiscal para Emissor de Cupom Fiscal), o SAT (Sistema Autenticador e Transmissor) e a NFC-e (Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica). Embora cada Estado adote uma das três, eles podem conviver com múltiplas soluções durante uma fase que podemos chamar de transitória, que seria aquela compreendida entre o início da obrigatoriedade até q