fbpx
Softwares

Como fazer uma gestão operacional eficiente no seu varejo

Escrito por Anderson Locatelli | 28/09/2021
  • 423 visualizações
  • 35 compartilhamentos
Tempo de leitura: 3 minutos

A eficiência operacional da loja de varejo pode não ser a frase mais interessante no mundo do varejo.

Mas em 2021, as operações precisaram ser repensadas, não apenas para a lucratividade, mas também para uma experiência superior do cliente. 

Como fazer uma gestão operacional eficiente no seu varejo

Todas as lojas trabalham duro para atingir os níveis desejados de vendas no varejo, experiência do cliente e imagem da marca. As operações eficientes da loja ajudam a obter a produção máxima usando apenas alguns meios de entrada. 

Esta postagem o ajudará a melhorar a eficiência operacional da loja e a identificar os maiores desafios que suas lojas enfrentam no caminho para a excelência operacional.

Mas primeiro vamos começar entendendo o que é eficiência operacional de varejo.

O que é eficiência operacional de varejo?

A eficiência operacional do varejo pode ser considerada para deduzir possíveis resultados econômicos, como boas vendas, redução de custos como contas, custos com funcionários e satisfação do cliente e reconhecimento da marca em comparação com os meios e insumos usados.

Bom atendimento ao cliente com canais de trabalho contínuos de funcionários, tecnologias que auxiliam a gestão, disponibilidade de produtos e a velocidade da experiência de compra e qualidade do produto aumentam a eficiência operacional do varejo.

1. Otimize o layout do seu supermercado

Para garantir que suas equipes de logística e atendimento trabalhem com rapidez e eficiência, considere o layout da loja. Coloque os itens mais vendidos perto da estação de embalagem e, se algum item for vendido frequentemente junto, deixe-os um ao lado do outro no depósito e na exposição.

Além disso, sua loja física deve estar sempre limpa, com funcionários felizes para cumprimentar seus clientes. Mas também existe uma ciência por trás das vendas bem-sucedidas. Observe como seus clientes se comportam na loja e ajude a orientá-los no caminho. 

Use técnicas que garantam que eles não passem muito rápido pelos produtos e considere o uso de displays para capturar compras por impulso no PDV.

2. Verificações regulares de estoque

Controle seu estoque conduzindo verificações regulares de estoque, para que erros ou problemas com mercadorias em falta sejam detectados rapidamente. Se estiver usando um software de gestão de varejo que tenha atualizações de estoque em tempo real, suas verificações de estoque devem ser mais rápidas, pois você estará simplesmente esclarecendo o que já está em seu sistema.

Assim, todos os seus canais de vendas devem relatar sobre o estoque do mesmo sistema de gerenciamento de estoque – e em tempo real – para ajudar a evitar rupturas de estoque ou problemas de vendas excessivas. Isso reduzirá a pressão sobre sua equipe de vendas e suporte, que se esforçam para manter os clientes satisfeitos, e seus clientes estarão mais propensos a deixar boas avaliações após uma experiência de compra positiva.

3. Aperfeiçoe sua taxa de pedido

No varejo, você deve sempre se esforçar para obter taxas de pedidos perfeitas. Melhore o seu analisando os motivos das devoluções dos clientes e os motivos pelos quais as mercadorias não foram enviadas no prazo.  

4. Analise os dados

Para tornar sua loja física mais eficaz, analise os dados do seu PDV e dos outros sistemas de negócios, como quais itens são os mais vendidos, em comparação com aqueles que não vendem tão bem. Agora, veja como você está comercializando esses produtos. Um ou mais deles podem se beneficiar do cross-merchandising?

5. Relatório de vendas

Ter sucesso na loja física significa direcionar mais tráfego para sua loja e, assim, aumentar as vendas e a receita. Use suas ferramentas de relatório para entender quais promoções estão gerando mais tráfego na loja e entusiasmo por sua marca. Considere executar essas promoções por mais tempo (se não for prejudicial aos lucros) ou use a mesma promoção novamente no futuro.

6. Revise as margens de lucro por canal de vendas

Lembre-se de relatar as margens de lucro por canal de vendas, não apenas o lucro geral. Isso permite que você continue vendendo nos canais mais eficazes para seus produtos e reduza as vendas nos canais que simplesmente não estão funcionando para você.

7. Automatize processos de gestão

Projete, estabeleça e automatize processos, para que você possa se concentrar mais nas atividades de crescimento, como estratégias omnichannel, e menos nas tarefas rotineiras. 

Uma dessas ferramentas é a Sled Troco, que funciona de maneira integrada ao seu sistema de PDV e o troco é entregue ao cliente de maneira digital. Assim, você resolve o problema da falta de moedas e todos os outros problemas, como a quebra de caixa e a insatisfação dos seus clientes. 

Os mecanismos de automação permitem que você gerencie por exceção, para que tenha mais tempo, recursos e energia para gastar em outro lugar. 

Quer saber mais sobre essa solução? Veja aqui!

Gostou do artigo? Deixe um comentário com sua opinião.

Tem dúvidas ou sugestões? Fale conosco pelo Fórum InfoVarejo!