Softwares

Era digital: 5 dicas para você se destacar dos concorrentes

Escrito por Anderson Locatelli | 04/05/2020
  • 239 visualizações
  • 20 compartilhamentos

O espaço de varejo passou por uma interrupção digital significativa nos últimos anos, tornando a concorrência mais forte do que nunca.

era-digital-5-dicas-para-voce-se-destacar-dos-concorrentes

A era digital é um momento desafiador para o varejo. Uma das grandes vantagens do espaço de varejo é a capacidade de fazer a diferença para seus clientes todos os dias. Só existe uma saída para se ter sucesso nesse cenário, adotar mudanças.

Então, como as organizações de varejo podem utilizar melhor o digital para obter uma nova vantagem competitiva? 

1. Abrace a era digital

A era das novas tecnologias permite que os varejistas resolvam alguns dos principais desafios de seus clientes.

Envolve sistemas que podem entender, raciocinar e fornecer recomendações. Um exemplo são os sistemas que tiram o máximo proveito de dados.

Isso inclui informações e dados obtidos no PDV. Colocando tudo isso nos sistemas cognitivos, você tem acesso à informações sociais, notícias e eventos pessoais, como aniversário e preferências por determinados produtos. 

No varejo, o que tudo isso faz é ajudá-lo a entender e antecipar tendências, além de ajudá-lo a tomar decisões diárias com mais precisão e em tempo real. 

2. Eleve o envolvimento do cliente a um nível personalizado

O varejista deve tratar o cliente de forma consistente como um indivíduo, independentemente de estar interagindo via loja física ou on-line. É tudo sobre esse compromisso. 

Os clientes querem que os varejistas os entendam em um nível pessoal – suas necessidades, desejos e aspirações a qualquer momento. 

Facilitar a experiência de compra do consumidor é um dos principais pontos. Algumas ferramentas são essenciais nessa jornada. Um PDV ágil é um grande exemplo, seu cliente não quer ficar mais tempo na fila do caixa do que o tempo gasto na compra. 

Um exemplo é o Troco Simples. Muitas vezes o cliente deixa de receber seu troco correto dada a falta de moedas no mercado. Não significa que isso seja culpa do varejista, visto que não existem moedas de 1 centavo, por exemplo. 

Essa ação, comum, que parece inofensiva, tem complicações legais, pois arredondar o troco para baixo é ilegal. Além, claro, de todo o desgaste e descontentamento gerado ao consumidor. 

O Troco Simples é uma solução para esse problema e a quebra de caixa. A proposta é viabilizar o troco para o varejista e acumular o valor devolvido de forma segura para o cliente. 

Normalmente, esse serviço oferece também a possibilidade de rendimento anual de 6%, o que é ainda uma forma de não perder as moedas de vista.

3. Crie uma estratégia omnichannel sólida

Outra técnica que o ajudará a se destacar na era digital é construir, ou expandir, uma estratégia omnichannel. 

Se você quiser competir com um excelente serviço ao cliente, precisará oferecer uma experiência de compra tranquila, passando de um canal para outro. Somente se você conseguir criar uma estratégia omnichannel sólida, poderá desafiar e competir com seus oponentes.

Então, qual é o próximo passo, você pode perguntar? Primeiro de tudo, você precisará descobrir por quais canais seus clientes encontram sua empresa. 

Hoje em dia, seus esforços definitivamente devem ser focados em seu site. É nesse canal que os clientes descobrem à que horas sua loja é aberta e quais itens estão disponíveis. No entanto, o digital não é o único caminho a percorrer.

Sempre que possível, faça uma conexão offline com seus clientes. Ao fazer isso, o consumidor terá uma conexão mais forte com as pessoas por trás da sua organização de varejo. 

Além disso, essa é a oportunidade ideal para conhecer melhor seus clientes: pergunte a eles por quais canais eles preferem ser contatados ou quais canais eles usam antes de fazer uma compra. 

4. Novas tecnologias geram novos hábitos

Dados, dispositivos, pessoas e processos estão se tornando cada vez mais interligados.

Você pode procurar o preço da picanha no seu telefone ou olhar em um aplicativo no seu dispositivo, essa combinação de dispositivos está vendo os consumidores gerando efetivamente mais dados que podem ser colocados em um sistema cognitivo, o que, por sua vez, pode ajudar os varejistas a personalizar mais a experiência do cliente efetivamente.

O ideal é que você tenha mais dispositivos que geram mais dados para ajudar melhor a conversa entre o varejo e o cliente.

5. Diferencie a experiência do cliente

Outra maneira de ganhar e manter seu espaço no varejo é diferenciar a experiência do seu cliente.

Durante todo o artigo, experiência foi a palavra-chave, é assim que você se destacará dos seus concorrentes.

Você pode vender ou comercializar um produto de várias maneiras diferentes em sites diferentes. Mas, diferenciando-se em termos de serviço, conveniência, variedade de produtos e experiência na loja, um varejista pode definir sua marca, o que representa e executar melhor essa estratégia na perfeição, com base no que o consumidor deseja.

Competir não é mais uma escolha

A competição pode ser difícil. No entanto, não é impossível. 

Não estamos dizendo que agora você pode enfrentar grandes varejistas como a Amazon ou o Alibaba, mas com algumas orientações, você pode ir longe. 

Em primeiro lugar, você não precisa competir com os preços do seu oponente. Para se destacar no varejo, não significa que você precisa oferecer os preços mais baixos. 

Destacar-se no varejo significa que você é notável, que você é único no seu serviço ao cliente, tornando-se inesquecível. 

Além disso, os clientes continuam voltando por causa do valor que seus produtos oferecem. E por último, mas não menos importante, uma experiência de compra suave ajuda a reter e conquistar clientes.

Então, você está pronto para enfrentar a concorrência?

Gostou do artigo? Compartilhe com seus contatos e ajude a levar informações para todos no varejo.

Caso ainda tenha dúvidas ou sugestões, mande para nós no Fórum InfoVarejo!

 

Publicidade