fbpx
Gestão

Design para varejo, qual a importância?

Escrito por César Brito | 03/01/2024
  • 3653 visualizações
  • 1517 compartilhamentos
Tempo de leitura: 5 minutos

Que tal entender um pouco o que significa design? Design tem os objetivos de melhorar a funcionalidade, resolver um problema e satisfazer uma necessidade. 

design para varejo

Compreendendo isso, a palavra design pode agregar valor ao seu negócio, já que um design bem aplicado gera bons resultados e, de fato, faz ganhar dinheiro!

Você sabe onde aplicar o design em sua loja? Vamos te explicar!

Qual sua identidade visual?

O primeiro passo é ter uma identidade visual composta por sua marca, cores e tipografia. Tipografia é a composição visual do texto, ou seja, a letra que sua marca irá utilizar. 

Ao criar uma combinação visual desses elementos você poderá aplicar em: panfletos, cartazes de oferta, publicidade nas gôndolas, uniformes, sacolas, comunicado aos funcionários, sinalização do estacionamento etc. Tudo isso agrega valor ao seu negócio

Em mãos com sua identidade visual, agora é hora de expor sua marca!

Através do boca a boca seu estabelecimento chega há lugares inimagináveis. Os materiais que serão entregues aos possíveis clientes precisam ter informações precisas sobre seu estabelecimento. 

É importante que os materiais de divulgação da sua marca sejam de fácil entendimento, por isso precisam ter poucas informações, mas informações claras. Siga a identidade visual através das diretrizes, elas ajudam a mostrar sua loja antes mesmo do consumidor chegar, com esse material você consegue encantar seu cliente, tanto pelas ofertas como pela organização das informações, combinadas com elementos gráficos, marca, cor e tipografia. 

A clareza das promoções e as informações contidas nesse material é fundamental para a facilidade de entendimento. Não se esqueça do essencial, o contato do seu estabelecimento, endereço físico, horário de atendimento, telefones, endereços digitais (site, rede social).

A importância da fachada

Agora o cliente irá se deslocar até sua loja e é necessário ter uma fachada que identifique seu estabelecimento, tenha uma fachada com sua marca (logo), e com as cores da sua marca. Cuidar da faixada incluí não só a estética mas também a limpeza e a organização, parece básico e é, mas muitas pessoas não se atentam a isso. 

Trabalhe a fachada conforme a sensação que você quer passar para o seu cliente. Ah, trabalhar promoções na faixada não é errado, atrai e muito quem estiver passando na porta, mas é necessário pensar que informação de mais é um problema. Isso significa que se estiver muita informação seu cliente terá uma dificuldade maior em assimilar tudo. 

Não se esqueça da vitrine

E quando se trata de atrair um cliente, vitrine, promoções e qualquer outro meio de chamar a atenção é sempre bem-vindo. Isso pode ser essencial para qualquer negócio. Sua marca tem um valor intangível que é a emoção que irá passar a seu cliente, o ato dele entrar e ser bem-vindo é indispensável. 

Mostre o que você tem de melhor nas vitrines, por isso crie desejo! Coloque uma promoção imperdível, isso pode atrair seu cliente a entrar em sua loja. É necessário que seu melhor produto e sua promoção estejam bem visíveis no interior da sua loja conforme os valores mostrados lá na vitrine.

Sinalize!

Dentro do estabelecimento é muito importante que o cliente consiga transitar com facilidade, e encontre o que precisa. Use e abuse da sinalização e direção do fluxo, ex: setores, banheiros, caixas, atendimento do cliente… 

Isso dá ao cliente um senso de direção, deixando o ambiente mais organizado. Existem sinalizadores padrões no mercado para diversas finalidades. Caso você opte por produzir avisos, deve-se respeitar normas de tamanhos, cores e local onde ficarão fixados. Opte por sempre utilizar elemento da identidade visual, seja a marca, tipografia ou cores.

Pense nos uniformes

O uniforme transformou-se em um cartão de visitas, e, para muitos clientes, sinônimo de confiança e até de higiene em alguns segmentos de mercado, como nos supermercados. Além dele temos o crachá, e o crachá sozinho não é suficiente, o cliente pode confundir caso tenha outro consumidor portando um crachá no seu estabelecimento. 

A fácil identificação do funcionário dentro do estabelecimento agiliza o processo de solução de problemas dos clientes e, consequentemente, demonstra maior profissionalismo por parte da empresa. Trabalhe com cor da sua identidade ou a logo. Os benefícios que seu uso traz são os mais variados, desde o conforto até a economia de tempo e dinheiro. 

O que é Branding?

Outro ponto importante são os funcionários. É muito importante que eles estejam bem-humorados e felizes. Através da gestão de marca chamado de “Branding” conseguem-se muitos meios de olhar com carinho para seu funcionário, é ele que falará por sua loja, é até ele que seu cliente irá quando tiver dúvidas. Pensar no funcionário é pensar como seu cliente será tratado. 

Seu negócio precisa ter um RH que pense nos colaboradores, que trabalha a marca empregadora. Employer branding, ou marca empregadora, é trabalhar um conjunto de técnicas e ferramentas para gerar uma percepção positiva sobre sua empresa. Muitas empresas hoje tem adotado como forma de manter os melhores colaboradores, crescer e se tornar destaque entre os concorrentes. 

Um RH que funciona trabalha a felicidade dos colaboradores e eles expressam isso no dia-a-dia com seus clientes. Oriente-os a serem educados e dispostos a solucionar o problema assim que solicitados. E uma dica: acompanhar o cliente durante todo o processo, desde que ele aceite, faz todo a diferença.

Organização das Gôndolas

Gôndola com produtos espalhados sem uma organização não é um caminho a seguir. A área mais importante da gôndula é a que está no campo de visão do cliente, ou seja, a parte central e superior das prateleiras. Organize os produtos de maior valor agregado nessa área. 

Os produtos de menor margem de lucro e de maior rotatividade devem ser posicionados na parte inferior da prateleira. Isso porque o cliente irá procurá-los de qualquer forma antes de seguir. Muitas vezes pais levam seus filhos, fazendo com que também virem possíveis consumidores. Por isso, posicione salgadinhos, doces e produtos infantis no campo de visão da criança e em seu alcance.

PDV, o ponto final

Após seu cliente escolher o que levará, ele irá se direcionar ao caixa. Essa é uma das partes mais importantes no varejo, agora seu cliente deseja ir embora com o que escolheu.  Para diminuir o atrito nessa etapa é necessário que a sinalização esteja nítida em relação ao direcionamento de qual caixa ir. 

É preciso ter placas que sinalizam todos os caixas, os preferenciais, os não preferenciais e os caixas com o limite de 10 volumes. Não se esqueça, trabalhe a identidade visual do seu negócio em toda a sinalização, isso gerará vínculos no subconsciente do seu cliente.

Ao chegar no caixa, seu cliente precisa ter uma experiência diferente das normais que encontra em lugares que não pensam em experiência do consumidor. Para que o processo seja rápido e não gere grandes filas, é muito importante escolher um software de gestão ágil, e que atenda seu negócio. Para isso você pode contar com um ERP de gestão que facilite e agilize os processos do seu supermercado. 

Uma vez trabalhando o bem-estar do seu funcionário, o resultado você verá no caixa. Funcionários bem-humorados, informados, e que saibam dar opiniões sobre produtos, isso aproxima o cliente. Nada melhor do que ter um amigo lhe atendendo, passando elogios ou sugestões. 

A jornada do cliente não acaba no supermercado

Assim que o produto é passado no caixa ele precisa ser colocado na sacolinha. Um detalhe é que muitos supermercadistas não acham importante colocar a marca e o telefone na sacolinha, mas isso é propaganda! Levar sua marca para a casa do consumidor, é fazê-la visível em todo momento que será utilizada.

Opte por sacolas recicláveis. Ter sacolinhas oxibiodegradáveis demonstra sua consciência ambiental, um assunto urgente na atualidade! Procure um fornecedor certificado pelos órgãos ambientais, que tenha uma política de reciclagem sólida, e deixe estampado com sua marca que aquela sacolinha é reciclável.

Um cliente satisfeito acaba de sair da sua loja com várias sacolas da sua loja, sabe o que isso significa? Sucesso!

Design que cativa

Chegamos ao final da jornada do cliente dentro da sua loja, olhando para o design como ferramenta de atrair cliente, o design é uma estratégia presente em todos os processos para cativar seu cliente e tornar sua marca visível e marcante. 

Siga o manual de identidade visual, isso irá diferenciar o seu supermercado do seu concorrente e agregará valor à sua marca e valor à sua marca é valor ao seu negócio. 

Gostou do artigo? Compartilhe com seus contatos.

Publicidade