E-commerce

5 desafios ao montar um supermercado online

Escrito por Fernando Bravo | 01/07/2020
  • 11332 visualizações
  • 401 compartilhamentos
Tempo de leitura: 6 minutos

Montar um supermercado online é uma forma de aumentar as vendas da sua loja

O mundo está cada vez mais tecnológico e as compras pela internet já fazem parte do dia a dia de grande parte da população, que superou a insegurança nas transações online e agora percebe as vantagens em utilizar essas ferramentas.

5-desafios-ao-montar-um-supermercado-online

Vender online com consistência e lucratividade depende de uma série de processos desconhecidos para o varejista tradicional. Por isso, ingressar nesse negócio é um grande desafio para quem está acostumado ao formato de venda físico. 

Veja, no artigo, os principais desafios nesse caminho.

1. Sincronia dos processos

Ao comprar  pela internet, o consumidor terceiriza uma série de tarefas que ele faria se fosse à loja física. Uma vez que a compra é realizada virtualmente, depende do fornecedor executar essas tarefas.

Portanto, o primeiro desafio é a execução com eficiência de uma série de novos processos.

Como afirma o especialista em varejo Alberto Serrentino “Varejo é um negócio que, na essência, é simples, mas que se torna desafiador e complexo na execução, porque entre o produto e a venda existe muita gente interagindo com muita gente”.

Assim, para que a operação do e-commerce seja bem sucedida, são necessários vários processos, em um curto espaço de tempo. A expectativa dos clientes é que a entrega do produto seja feita entre 4 e 8 horas úteis. Nesse período, várias atividades devem ocorrer, sem gargalos e erros operacionais:

Veja as principais atividades: 

  • Recebimento do pedido;
  • Separação dos produtos;
  • Empacotamento;
  • Faturamento;
  • Transporte;

Caso algum desses processos falhe, o tempo de entrega será maior e a satisfação do cliente estará comprometida. Retomá-la será um grande desafio, que também terá um custo.

Por isso, é fundamental a utilização de ferramentas e treinamento constante da equipe e, claro, o acompanhamento dos processos.

O primeiro passo, e um dos mais importantes, é a escolha da plataforma de e-commerce. Escolha a plataforma mais adequada para o segmento da sua loja. Ainda, é essencial a boa utilização do seu software de gestão. 

A integração entre o ERP e a plataforma de e-commerce é um ponto crucial. É importante que ocorra a transmissão dos dados em tempo real. Dessa forma, você terá a assertividade das informações do processo de venda. 

Setores como o controle de estoque, o departamento financeiro e a área fiscal, precisam estar integrados ao e-commerce. Só assim será possível operacionalizar a venda pela internet, de forma eficiente e eficaz.

2. Qualidade dos produtos

Um dos desafios encontrados por supermercadistas no momento de montar um supermercado online é conseguir entregar os produtos que agradam cada cliente. Como a venda pela internet exclui a possibilidade do cliente escolher exatamente o produto que será comprado, essa responsabilidade fica por conta da loja.

Em alguns departamentos esse desafio é menor. As mercadorias embaladas industrialmente, por exemplo, não passam por esse controle da qualidade. Basicamente, o supermercadista só precisa garantir que elas cheguem aos consumidores sem avarias nas embalagens.

Porém, as mercadorias de setores como hortifrúti, açougue, padaria e frios dependem de processos padronizados de controle de qualidade para o envio aos clientes do e-commerce. A necessidade do cliente deve ser atendida. Isto é, ele deve receber o produto com a mesma qualidade que escolheria, caso estivesse realizando a compra na loja física.

Alguns desafios ainda são de difícil resolução, como, por exemplo, a diferença de preferência de clientes em relação a produtos de hortifrúti. Existem clientes que preferem comprar bananas mais maduras, outros preferem verdes. Esse é um desafio inerente ao segmento, mas que, provavelmente, em breve, terá soluções.

3. Controle de estoque

O grande desafio do supermercadista é manter o controle do estoque correto e atualizado. Para que as vendas no e-commerce sejam realizadas, o estoque físico precisa estar alinhado com o estoque virtual (do seu software de gestão). Ou seja, o controle de estoque deve estar correto.

Problemas com o controle de estoque? Veja o passo a passo para um bom controle dos produtos.

O que adianta o consumidor encontrar seu supermercado virtual, realizar todo o processo de compra de um produto, efetuar o pagamento e na hora do processamento interno sua equipe descobrir que o produto está em falta?

Esse fato, além de gerar uma grande dor de cabeça para ser resolvido, resultará em prejuízo financeiro e ainda será um fator importante para criar um atrito entre o cliente e o seu supermercado, pois dificilmente esse voltará a usar o serviço.

Para manter o controle de estoque correto e atualizado é essencial que você conte com um sistema de gestão adequado para supermercados. Processos bem definidos como o inventário periódico e equipe da loja bem treinada.

Uma lição importante ao observar varejistas indo para o mundo digital é a importância em fazer o básico bem feito. Não adianta se aventurar no mundo digital, se controlar estoque ainda é um grande desafio para sua loja. Meu conselho é dar um passo atrás, organizar sua loja, para que, em breve você possa dar um passo à frente com consistência e segurança.

Quer saber como fazer um inventário de estoque? Veja esse artigo.

4. Preparação da loja, da equipe e ferramentas

Sua equipe precisa estar preparada para atender o cliente nesse novo formato de venda. A montagem de um supermercado online faz com que apareçam novas demandas de clientes e a equipe deve ser treinada para lidar com isso.

Sua equipe também vai precisar de preparo para operar as novas ferramentas e realizar as novas atividades exigidas. Da separação dos produtos, até a entrega para os clientes, todas as etapas devem ser esclarecidas. Os responsáveis por esses processos precisarão de treinamento para efetuar com qualidade esses procedimentos.

Implementar a cultura de venda digital é um dos fatores de sucesso para essa nova operação. Fazer com que todos os funcionários entendam o novo formato, as exigências do cliente digital e as diferenças entre o modelo físico e digital, faz diferença no resultado. Contar com funcionários engajados com o novo modelo de venda da sua loja será de grande ajuda para seu sucesso.

Durante o planejamento para montar o supermercado online é preciso pensar também, na preparação da loja para receber essa atividade.

Essa preparação deve acontecer tanto na organização das ferramentas tecnológicas necessárias, como computador, tablet e coletor de dados, quanto na área física da loja, como a definição de onde será realizado o processamento das compras, separação, empacotamento, etc. 

5 desafios ao montar um supermercado online

5. Expectativa do cliente

É o maior desafio, pois sem o cliente não tem e-commerce. Assim, você precisa conquistar a satisfação do cliente e, no caso de e-commerce, essa tarefa não é simples, por diversas razões.

Primeiro ponto é o imediatismo do cliente. Ele compra e tem a expectativa de receber em um prazo médio de 4 a 8 horas úteis.

A questão da qualidade na sua satisfação com base na sua expectativa é outro fator dificultador. O cliente compra uma fruta pelo e-commerce e fica com a expectativa de receber a fruta como se ele mesmo estivesse escolhido. E isso é muito difícil, primeiro pela questão básica, segundo, que o cliente pode ter preferências diferentes em relação à fruta.

Outra questão é em relação ao processo de compra simples, que ao selecionar um produto, do ponto de vista do cliente, é como se ele estivesse na loja. Ou seja, depois de enviar o pedido, avisá-lo que o produto está indisponível, é frustrante. E sabemos que essas questões ocorrem com uma certa frequência.

Tópico Bônus: Aumentando as vendas em época de pandemia

Cerca de 90% dos compradores hesitam em fazer compras nas lojas por causa do coronavírus. Com o crescente número de contaminação, as pessoas ficam cada vez mais receosas em sair de casa. 

Um supermercado concentra um grande número de pessoas em um ambiente fechado, o que pode fazer com que muitos clientes tentem buscar outras alternativas para fazer as compras. 

O comportamento das compras mudou drasticamente à medida que a pandemia do coronavírus se espalhou, levando muitos varejistas a adotarem rapidamente novas estratégias. 

Os varejistas que conseguem se manter no mercado são aqueles que investem em e-commerce e omnicanalidade. Neste momento a saída mais próspera é a das vendas online. 

Além de aumentar as vendas, você conseguirá fidelizar seus clientes, que não precisarão recorrer aos seus concorrentes na hora de fazer as compras.

Por isso, não perca essa chance e invista em uma infraestrutura de vendas online. 

Um supermercado online não é só a criação de um site

Engana-se o varejista que acredita que montar um e-commerce é apenas criar um site. Infelizmente é o que vemos com frequência. Montar um e-commerce envolve processos, pessoas e ferramentas.

Dessa forma, o empresário precisa entender que o e-commerce demanda não só o aprimoramento dos processos e atividades que já fazem parte do dia a dia da loja, mas também de operações próprias das vendas online, como a separação de mercadorias, a embalagem e a entrega aos consumidores.

Não é fácil, pelo contrário, é muito difícil. Mas acreditamos que vale a pena.

Principalmente porque acreditamos que o maior desafio você já o faz: gerir um supermercado. Assim, vender online vai exigir um controle maior e novos processos. É possível.

Está disposto a enfrentar esses desafios e montar um supermercado online?

Se tiver gostado deste artigo, compartilhe nas redes sociais e ajude outras pessoas a se informarem também!

Se tem dúvidas ou sugestões, nos envie pelo Fórum Infovarejo!

Publicidade