Congresso InfoVarejo

Fique por dentro de tudo que aconteceu no Congresso InfoVarejo CDL/BH 2020

Escrito por Gabriel Junqueira | 10/07/2020
  • 318 visualizações
  • 49 compartilhamentos
Tempo de leitura: 4 minutos

O Congresso InfoVarejo CDL/BH 2020, que inicialmente seria presencial, mas que devido à Pandemia foi online, reuniu congressistas de mais de 300 cidades. 

Fique-por-dentro-de-tudo-que-aconteceu-no-Congresso-InfoVarejo-CDLBH-2020

 

Geovanne Teles, presidente da ATS Informática, Gabriel Junqueira, editor do InfoVarejo e Nanete, diretor e sócio da Nerus foram os mediadores do evento.

O Evento reuniu palestrantes como Cláudia Vale, consultora e palestrante especialista nos temas de experiência do cliente e cultura centrada no cliente, Sanja Corrêa, proprietária da Rima Marketing, palestrante e professora, e Conrado Freitas, gerente de produto – Hunting Marketplace B2W e especialista em gestão de e-commerce e marketing digital e em gestão estratégica de vendas, dentre outros especialistas do mercado varejista. 

É importante ter um espaço aberto ao diálogo entre varejistas, muitos com as portas fechadas há mais de 120 dias. Nossa intenção é buscar soluções para minimizar esse impacto, principalmente para os pequenos e médios empresários.

Por isso, dividimos o Congresso em 3 painéis, com assuntos voltados para soluções de vendas utilizando ferramentas digitais.

 

1º Painel – Novo comportamento de compra e as oportunidades para o varejo 

Por mais que a atual situação seja global, os maiores desafios ainda são locais. A tecnologia está em constante mudança, assim como o comportamento das pessoas.

Como conquistar a confiança do consumidor, é uma questão que não possui resposta única. Esse é o momento para voltar o olhar para aquilo que você tem conhecimento, seus clientes.

Os critérios comportamentais e emocionais do consumidor pós pandemia ainda é uma questão indefinida. O ser humano não necessariamente aprende com questões traumáticas. Talvez existam mudanças um pouco mais humanizantes, mais no âmbito social, mas não podemos ter certeza. 

Assim como muitos varejistas, que tinham receio de aderir ao e-commerce e agora se viram obrigados a entrar no modelo, muitos consumidores também tinham medo de fazer compras online, o que mudou com a pandemia. 

A questão agora é como fidelizar esse cliente com as ferramentas disponíveis. Experiência é aprendizado, é analisar o que funciona e o que não funciona para o seu modelo. 

Na verdade, ainda, apesar de estarmos há quase 200 dias em quarentena, é muito cedo para dizer se o que estamos vivendo agora, de modo forçado, vai virar um hábito. 

Uma visão muito clara que as empresas precisam ter é que existe uma diferença entre hábito e conveniência. 

O que você pode fazer de diferente para criar um vínculo emocional com aquele cliente que está carente e com necessidade de interagir?

Ainda é muito cedo para dizer que esse será o novo habitual dos consumidores. 

Precisa de uma estratégia muita clara no momento de abertura, que talvez seja uma oportunidade para as lojas físicas. 

Quer saber a diferença entre Shopper e Consumidor? Assista o vídeo completo do primeiro painel do Congresso InfoVarejo CDL/BH 2020.

2º Painel – Como fazer marketing para atrair novamente seus consumidores

O meio digital é só um canal a mais que o varejista utiliza para transformar o negócio. E hoje, com a restrição de ir ao local, o varejista se vê forçado a migrar para o meio digital. Mas não se esqueça que abrindo esse canal a mais, a habilidade de venda e de recepcionar o cliente não pode mudar. 

Por exemplo, não é o Instagram que está vendendo melhor, ele é só o meio que você pode utilizar. O básico, que é o atendimento humanizado, precisa ser sempre o melhor. 

O digital não é o fim, é o meio, é mais um caminho para você atingir esse consumidor. 

A pandemia acelerou uma mudança cultural, diversas pessoas aprenderam a fazer as compras de forma online, o que era previsto para acontecer só daqui a alguns anos. 

A sua loja pode estar fechada devido ao cenário, mas o seu cliente não sumiu, ele ainda está comprando, mas está mais difícil de encontrá-lo. 

O empresário precisa mudar um pouco a forma de trabalhar dentro do varejo. Por mais que os balcões e as paredes da loja tenham sido retirados, momentaneamente, você precisa buscar outras ferramentas para acionar o cliente. 

O varejo trabalha com a venda passiva, espera o cliente vir até sua loja para vender, o que está mudando com a pandemia é que você deve conversar, estabelecer diálogo, com seu cliente. Seu cliente não te dará vendas se você não for buscá-lo.

Nunca houve tantas oportunidades para você se conectar com seus clientes como tem agora. 

Gere valor ao seu negócio e eduque o mercado com relação às coisas que você comercializa. 

O cliente não compra do canal, compra da marca.

Veja no vídeo qual a melhor rede social utilizar para conquistar clientes!

3º Painel – Jeito simples de digitalizar a sua empresa para fazer vendas e delivery

Antes, a pergunta era “Por que entrar no E-commerce?”. Agora, o que todos perguntam é “Como entrar no e-commerce?”. 

Essa foi uma mudança que já era uma tendência, mas que foi Impulsionada pela pandemia. 

Estamos distantes fisicamente, mas unidos digitalmente. Se a pandemia tivesse ocorrido há 10, 20 anos, todos os processos seriam muito mais traumáticos.

A tecnologia é o motor da mudança, mas é o consumidor que está no comando. De nada adianta todo o aparato tecnológico pronto, se esse consumidor não utilizar. 

Ninguém tem uma marca tão forte a ponto de conseguir condicionar o canal que o consumidor irá comprar, é ele que decide. 

Tenha em mente dois números:

74% dos consumidores no Brasil preferem a modalidade online em relação às compras realizadas em lojas físicas. 

70% dos consumidores pretendem continuar comprando online, mantendo o hábito pós pandemia. 

Não tem saída! Se você vende um produto ou serviço, precisa ter um canal de vendas online, esse é um caminho sem volta.

Existem ferramentas disponíveis para todos, independente do tamanho da sua empresa. 

É importante estar alinhado com as demandas do seu consumidor e, principalmente, entender que essas demandas podem mudar.

Existe uma oportunidade nas vendas digitais e para o varejista que é menor, essa é uma forma de diminuir a distância em relação aos grandes varejistas, dado que tem a oportunidade de ficar mais próximo do consumidor.

Entenda o que é Single Channel, Multi Channel, Cross Channel e Omni Channel no vídeo a seguir!

 

É inquestionável que a pandemia mudou o perfil de compras do consumidor, intensificando uma tendência que aconteceria em 10 ou mais anos. 

Junto a isso, as novas gerações têm preferências por experiências e essas precisam ser fluidas. Comprar por comprar, o consumidor consegue fazer online. Por que então ir à loja física? 

Gostou do artigo? Deixe seu comentário com sua opinião.

Se tem dúvidas ou sugestões, nos envie pelo Fórum Infovarejo!

Publicidade