fbpx
Softwares

Comércio varejista lidera as vendas online no Prime Day

Escrito por Thiago Morello | 29/07/2022
  • 495 visualizações
  • 25 compartilhamentos
Tempo de leitura: 3 minutos

De acordo com a Amazon, o Prime Day de 2022 foi a edição com mais sucesso na história até aqui, ao registrar o valor de mais de US$ 3 bilhões em comercializações no mundo todo. Foram mais de 100 milhões de produtos vendidos, e quem está à frente da gestão de vendas online surfou junto.

Comércio-varejista lidera-as-vendas-online-no Prime-Day

É o caso do ANYMARKET, hub de integração de marketplaces líder da América Latina, que sentiu o mesmo efeito que o e-commerce de origem norte-americana e registrou um aumento de 434% no volume de GMV (Gross Merchandise Value) no Brasil e transacionou R$ 23 milhões. 

O comércio varejista foi o destaque em vendas online no Prime Day. Segundo as informações levantadas pelo hub brasileiro, o segmento foi responsável por transacionarem 52% do valor no período. Em seguida, vem os setores de casa e decoração, com 18%; eletrodomésticos, 12%; celulares e acessórios, com 6%; e informática, 5%. 

Os dados fazem a comparação entre os dois dias de Prime Day em 2021 e 2022. No último ano, o ANYMARKET transacionou cerca de R$ 4,3 milhões, contabilizando o superávit de 434% em 2022, ao chegar em R$ 23,35 milhões. O crescimento é acompanhado na quantidade de pedidos realizados, que foi de 18 mil a 33 mil entre os anos, aumento de 83%, e no ticket médio, que cresceu 192%, indo de R$ 242, 39 no ano passado para R$ 707, 59 na última edição. 

product manager (PM) do hub brasileiro, Rafaela dos Santos Lopes, responsável pelo time de integração da Amazon, explica que um dos principais pontos de diferença entre os anos foi a disposição no preparo da equipe, formada por oito pessoas. “Foi mais energia gasta, mais contato com nossos sellers, explicando e tirando dúvidas, e muito mais divulgação. Um trabalho feito em parceria com o marketing”, complementa. 

 Já em números, a especialista não deixa de citar que o crescimento na carteira de clientes do ANY foi outro fator determinante. Segundo a PM, a entrada da FastShop para essa squad, que ocorreu no ano passado, teve impacto. “Nesse Prime Day, o e-commerce movimentou o maior percentual em relação ao GMV transacionado no período, pouco menos que a metade do valor total realizado pelo ANYMARKET”, frisa. 

Em seguida, o desempenho dos marketplaces Comprebel e Madeira Madeira foram os que tiveram números mais expressivos. Por outro lado, mesmo se fosse feita a exclusão dessas empresas, Rafaela lembra que o hub de integrações ainda aumentaria em ao menos três vezes mais o número do GMV transacionado em 2021. 

“Além disso, toda a questão do ANYMARKET em se preocupar com a robustez, estabilidade e preparo com as equipes, seja de sellers, parceria, técnica e entre outras, auxilia para que nossa performance seja melhor ano a ano. Esse ano foi o que mais olhamos com carinho a subida de atualizações do sistema”, detalha. 

O número, para os sellers do ANYMARKET, inclusive são maiores que a quantidade vendida pelos mesmos e-commerces ao longo da última Black Friday, conforme as informações disponíveis pelo hub. A tendência segue o cenário da própria Amazon, que vê o Prime Day como o maior evento de compras para o marketplace, sendo superior ao show de ofertas que anualmente ocorre em novembro. 

Preparo para Black Friday 

Para a própria Amazon, como dito pela própria empresa, o Prime Day já se tornou o evento de vendas online com mais vendas. Contudo, a PM do ANYMARKET destaca que a atuação do hub e dos selleres nesse evento serve de aprendizado para a Black Friday, que envolve todos os marketplaces integrados, inclusive a Amazon. 

“A gente colhe muito aprendizado. O que deu de errado, com certeza não vamos repetir na Black Friday. E o que deu certo, a gente ajusta para que seja ainda melhor. Já para o seller é muito estratégico, pois ele tem a possibilidade de testar a venda de certos produtos e de funcionalidades, como a venda em kits”, conclui. 

Para se ter ideia, O ANYMARKET registrou a melhor Black Friday da história da empresa em 2021, com um total de 281.000 pedidos transacionados, o que representou um aumento de 38% no valor total movimentado em relação ao ano de 2020, enquanto o GMV apresentou um crescimento de 55%, chegando a mais de 167 milhões. Foram mais de 18 milhões de pedidos apenas nesse período. 

Durante a Black Friday 2021, o CEO do hub, Rodolfo Helmbrecht, também destaca que os marketplaces que tiveram maior percentual de GMV transacionada através do ANYMARKET foram B2W, Mercado Livre, Magazine Luiza, Via Varejo, Amazon, Carrefour, Netshoes e MadeiraMadeira. O mês de novembro foi responsável por mais de 1 bilhão de GMV transacionado. 

Gostou do artigo? Compartilhe com seus contatos e ajude a levar informações para todos no varejo.

Patrocinado: