InfoVarejo ACESSO RÁPIDO:
Softwares

O que fazer com a capacidade ociosa do seu supermercado?

Escrito por Leonardo Dicker | 18/08/2017
  • 889 visualizações
  • 116 compartilhamentos

Toda loja tem capacidade ociosa. Esse fato é de conhecimento de todos supermercadistas, que sabem que no dia a dia da loja, infelizmente, não existe demanda de vendas em todos os horários de funcionamento.

O que fazer com a capacidade ociosa do seu supermercado?

A operação do supermercado não é barata, manter uma loja em funcionamento gera custos e constantes investimentos.

Demanda do varejo não é bem distribuída

A demanda dos clientes não acontece de uma forma simétrica, ou seja, as suas vendas não acontecem de uma forma bem distribuída durante todo o dia. Há picos de rotatividade dos clientes em qualquer supermercado.

Normalmente, a população economicamente ativa trabalha durante a maior parte do dia útil, isso reflete em uma baixa no movimento das compras em determinados horários e um pico de vendas em outros horários – geralmente no horário que antecede do almoço e no início da noite, no turno da manhã este pico é por volta de 10h/11h.

Porém, diferente da rotatividade dos clientes, a operação da sua loja não para. Por exemplo, não tem como contratar operadores de caixa apenas para o início da noite, pois o pico da noite costuma ser mais significativo.

Portanto, controlar essa capacidade ociosa da loja é um desafio diário de todos os varejistas. Mas vamos mostrar que também pode ser uma oportunidade, confira abaixo.

Afinal, o que é capacidade ociosa?

A capacidade ociosa no varejo pode ser definida como a diferença entre a capacidade máxima de produção e o volume final efetivamente produzido. Produção no varejo é venda realizada.

Ou seja, no varejo a ociosidade acontece em momentos em que não há fluxo relevante de clientes na loja.

Por exemplo, em um supermercado a capacidade ociosa pode ser vista como a inércia de um operador de caixa ou um atendente. Ou até mesmo, como o consumo de energia dos corredores vazios pela falta de cliente.

Como minimizar a capacidade ociosa no supermercado?

A principal forma de acabar a ociosidade da sua loja é investir em multiformatos de venda, gerando vendas em momentos que a rotatividade de clientes for baixa no seu supermercado.

As vendas on-line (e-commerce) ajudam a reduzir com a capacidade ociosa no seu negócio.

Ao possuir um sistema de vendas on-line você conseguirá dimensionar a produção da sua loja para atender as necessidades do e-commerce no momento em que as demandas da loja física estiverem baixas.

Dessa forma você conseguirá fazer com que seu supermercado venda e seja lucrativo em outros horários do dia.

Tornando a operação mais eficiente acabando com a capacidade ociosa no supermercado

O e-commerce aproveitará a estrutura da loja física e a ociosidade dos funcionários e equipamentos. Portanto, para o supermercadista que já opera uma loja, o investimento de se implementar um e-commerce é baixo. Aumentando a produtividade sobre a capacidade de produção do seu supermercado você estará aumentando a melhorando a eficiência dos seus processos.

Com a mesma despesa operacional, mas agora com mais vendas decorrentes do e-commerce, a capacidade ociosa da sua loja dará lugar ao aumento da produtividade, tornando sua operação mais eficiente, aumentando a lucratividade do seu negócio.

Para um supermercadista é sempre bom quando acontece um aumento nas vendas. Saiba como aumentar as vendas nesse artigo.

Conclusão

A capacidade ociosa natural à loja física do varejo é um desafio para todo supermercadista. Mas é também nela que reside uma grande oportunidade para aumentar suas vendas, conquistar novos clientes e melhorar seu resultado.

As experiências mostram que vendas on-line podem alavancar o aumento do faturamento de uma loja em até 30%. Isso sem um aumento relevante nas despesas, aproveitando parte da capacidade ociosidade da loja!

Para obter segurança durante a movimentação on-line é fundamental contar com um certificado digital.

Saiba tudo sobre certificado digital nesse material gratuito.

Gostou do artigo? Deixe seu comentário com sua opinião.

Ficou com alguma dúvida? Mande um e-mail para contato@infovarejo.com.br

Publicidade