fbpx
Gestão

BPA e o varejo, como essa substância tóxica está presente na sua loja?

Escrito por Gabriel Junqueira | 01/02/2022
  • 1261 visualizações
  • 169 compartilhamentos
Tempo de leitura: 3 minutos

De acordo com vários estudos, o bisfenol A (BPA) e seu substituto químico bisfenol S (BPS) foram confirmados como prejudiciais à sua saúde.

BPA e o varejo, como essa substância tóxica está presente na sua loja

O BPA é um desregulador endócrino. O sistema endócrino produz e secreta hormônios que regulam a atividade das células e organismos do corpo, e o BPA/BPS podem interferir nessas células e organismos, causando tumores cancerígenos, defeitos congênitos e outros distúrbios do desenvolvimento.

Por mais que algumas empresas não se importem com isso, essas pesquisas já comprovaram que os riscos à saúde do uso de BPA e BPS superam em muito os benefícios para a economia das empresas. 

Mas você sabe onde o BPA está presente na sua loja?

Embalagens 

Você já viu o termo BPA Free em alguma embalagem na sua loja? Em utensílios para crianças é mais comum, nas mamadeiras por exemplo. 

Não é incomum empresas colocarem essa sigla nos seus produtos. Isso porque muitos consumidores já sabem dos perigos causados pelo composto e evitam comprar itens que utilizem BPA na sua fabricação. 

Sua loja ainda trabalha com fornecedores que vendem produtos com BPA? Você tem alternativas para os clientes que buscam BPA Free?

Papel térmico

O papel térmico, aquele utilizado na impressão do cupom fiscal, também utiliza BPA na sua composição e não se engane, empresas que oferecem papel térmico sem BPA, usa o BPS como alternativa, que é um componente igualmente tóxico para a saúde humana e para o meio ambiente. 

Os clientes têm um contato pequeno com esses cupons, mas imagine os seus operadores de caixa, que ficam o dia inteiro em contato com esse composto. Isso é uma grande preocupação para os trabalhadores do varejo, devido ao alto número de recibos que os caixas manipulam diariamente.

Dados mais recentes relatam que a dose máxima segura temporária de ingestão diária tolerável de BPA, segundo Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos, é de 4 µg/kg de peso corporal/dia.

As concentrações dos agentes químicos utilizados como reveladores no papel térmico podem chegar até 42.600 µg/g, o que representa aproximadamente 35 mg de BPA em um recibo com dimensão de 7,5×20 cm2  e peso 0,8 g.

Diversos estudos avaliam a exposição constante ao papel térmico pelos profissionais que trabalham como operadores de caixa e estima-se a absorção/ingestão diária de BPA variando entre 1,3 a 218,3 µg/dia, devido à exposição constante ao papel. 

Hoje em dia já existem alternativas que solucionam esse problema, como o Cupom Verde, um cupom digital que não gera custo algum para sua loja! 

O que os consumidores podem fazer para se proteger do BPA e do BPS?

  • Diga “não” aos recibos impressos. Peça o Cupom Verde ao finalizar sua compra!
  • Os recibos não devem ser reciclados, pois contaminam o fluxo de reciclagem. Jogue fora seus recibos no lixo, mas separadamente dos itens recicláveis.

O que as empresas podem fazer para se proteger do BPA e do BPS?

  • Dobre o recibo com o lado impresso para dentro, pois o verso provavelmente não contém bisfenóis.
  • Forneça opções de cupom digital para os seus consumidores.
  • Aconselhe os operadores de caixa a lavarem bem as mãos sempre que possível durante o turno de trabalho, especialmente antes de comer.

Quer saber qual o real custo em imprimir Cupom Fiscal na sua loja? Veja aqui!

Alternativa

Os especialistas concordam que não há quantidade segura de qualquer desregulador endócrino para o corpo humano absorver, e é por isso que remover a exposição do trabalhador e do consumidor aos recibos de papel térmico BPA e BPS é de suma importância.

As alternativas para a impressão de papel térmico já existem. O Cupom Verde disponibiliza o cupom fiscal via aplicativo no celular e, além de prezar pela saúde dos seus funcionários e clientes, você estará contribuindo com o meio ambiente. 

Com o Cupom Verde, os cupons fiscais ficam arquivados e podem ser acessados sempre que o consumidor precisar. 

Quer tornar sua loja mais sustentável? Veja como!

Gostou do artigo? Deixe um comentário com sua opinião.

Tem dúvidas ou sugestões? Fale conosco pelo  Fórum InfoVarejo!