InfoVarejo ACESSO RÁPIDO:
Gestão

4 passos para um bom controle de estoque

Escrito por Eduarda Ribeiro | 29/06/2017
  • 795 visualizações
  • 89 compartilhamentos

Você sabe tudo que entra e sai do seu estoque? E os produtos mais vendidos? Quais estão encalhados e quais estão em falta? Estas perguntas ajudam a pensar na importância de realizar um bom controle de estoque na sua empresa, conseguindo assim uma melhor gestão da sua loja. 

4 passos para um bom controle de estoque


Veja agora quais são os principais passos para manter um bom controle de estoque

Antes de começar, é importante lembrar que o problema do estoque é físico, pode ocorrer algo em qualquer lugar da loja ou do depósito, em qualquer momento. Uma vez que a loja esteja aberta ao público, não tem jeito, problemas, infelizmente, irão acontecer.

Câmeras de segurança em toda a loja, ou a melhor equipe, não impedem que esses problemas afetem o seu estoque. Sim, esses fatos fazem com que o número de problemas seja menor, mas a única maneira de evitar que esses problemas aconteçam é trancar os seus produtos em um cofre secreto, o que também evitaria que seus clientes comprassem algo.

Conheça as 10 principais causas de problemas no seu estoque.

Por isso, vamos aos principais passos para um bom controle de estoque:

1. Tenha um cadastro de produtos correto

O cadastro de produtos é a base para toda a operação do varejo, do processo de compra ao momento das vendas. Sendo assim, o controle de estoque depende diretamente de um cadastro de produtos eficiente.

Estabelecer um fator de conversão, agrupar EAN e realizar cadastro mercadológico são passos importantes para o cadastro de produtos, o qual precisa estar correto e simples para ajudar no controle da movimentação dos produtos.

Leia mais sobre a influência do cadastro de produtos na gestão do estoque. 

4 passos para um bom controle de estoque

 

2. Tenha um software de gestão e automação comercial.

Manter um controle de estoque atualizado e correto é um processo que demanda várias planilhas e tabelas.

Optar em fazer o seu controle por meio de um software de gestão será a melhor escolha, pois diminuirá o número de tabelas, planilhas e sistemas necessários para fazer o controle, todas as informações estarão disponíveis no próprio sistema.

Outro ponto a ser considerado é a possibilidade de integração entre os seus processos, se você possui um ERP, os processos serão ligados. A informação da venda de um produto, por exemplo, será instantaneamente calculada pelo área de estoque do sistema.

Portanto, essa ferramenta será fundamental para evitar erros operacionais. Além disso, usar um software de gestão fará com que você economize tempo e trabalho.

3. Controle das entradas e saídas

a) EntradaO recebimento de mercadoria define os padrões para o controle de estoque. É importante sistematizar o controle das entradas de produtos em sua loja, evitar o recebimento de produtos sem a contagem devida e implementar processos que garantam o recebimento correto.

O confronto XML ajuda no recebimento de produtos, saiba mais nesse artigo.

b) Saída – O momento da saída do produto é o mais esperado pelo varejista, não é mesmo? Porém se não for realizado corretamente pode prejudicar o seu lucro. Nesse ponto é importante destacar a importância de um processo de automação comercial na hora da venda dos produtos.

Existem estabelecimentos que no momento da venda não registram a operação. Isso é perigoso e certamente trará problemas fiscais, econômicos e gerenciais para o seu negócio. Pois não será registrado impostos sobre aquelas vendas, não será colocado o valor da venda no controle financeiro e o estoque não sofrerá baixa. Resultado: afetará todos processos da sua loja.

Software não fiscal vale a pena para minha loja? Confira esse artigo.

4. Realize um inventário de estoque

Mesmo usando um software de gestão e tomando todos cuidados, é impossível evitar que alguns problemas apareçam, furtos e perdas são exemplos. Um bom controle de estoque é fundamental para que esses problemas sejam mapeados de forma com que o estoque seja ajustado.

A forma mais eficiente de mapear esses problemas é por meio de um inventário de estoque. Inventário de estoque pode ser resumido como a contagem, identificação e classificação dos produtos, afim de verificar se o controle de estoque está correto.

O inventário deve ser realizado periodicamente. Essa será a principal maneira de controlar seu estoque: contando seus produtos com a ajuda de um sistema.

Saiba mais sobre os motivos para você realizar um inventário no estoque na sua loja, veja esse artigo.

4 passos para um bom controle de estoque

Conclusão

O estoque é o ponto principal do varejista, todos os produtos que circulam nas gôndolas, já passaram por ali. Então uma coisa não se pode discutir: é fundamental controlar o estoque, não é mesmo?

Estabelecer padrões, controlar com ajuda de softwares de gestão, automatizar o processo e preparar a equipe, são processos que diminuem os erros que acontecem no estoque.

Outro ponto que não podemos discutir, é que, infelizmente, não é possível evitar que todos os problemas deixem de existir. Furtos e quebras acontecem em qualquer varejo e o principal papel do varejista é fazer com que esses erros não afetem o seu caixa. Como? Controlando o estoque. Como? Realizando um inventário de estoque periodicamente.

Portanto, o inventário é um processo fundamental e básico para o bom controle de estoque. Implemente em sua loja!

Gostou do artigo? Deixe sua opinião nos comentários.

Ficou com alguma dúvida sobre manter um bom controle de estoque? Mande um e-mail para contato@infovarejo.com.br

Publicidade