Como reduzir custos evitando a rotatividade de funcionários no varejo?

A rotatividade de funcionários representa um alto custo para o varejista que envolve gastos com seleção e treinamentos, além dos custos invisíveis que são difíceis de serem mensurados como o conhecimento, cultura da empresa, a progressão de processos internos e o relacionamento com os clientes.

Como reduzir custos evitando a rotatividade de funcionários no varejo?
Como fazer para minimizar esses custos?

Abaixo segue 4 pontos importantes na gestão de pessoas, que vão ajudar a acabar com a rotatividade de funcionários:
1. Recrutamento

Você já viu aqueles processos em que muitos candidatos são recrutados para apenas uma vaga? Sabe qual é o segredo? É que, geralmente, quanto menos opções para escolher, pior é a escolha.

Quando temos muitas opções, temos vários parâmetros de comparação o que aumenta a chance de assertividade, por isso invista nessa etapa, busque diversas fontes para divulgação de vagas, como associação de lojistas, redes sociais, sites de shoppings centers entre outros.

2. Seleção

Uma seleção mal feita pode acarretar em muitos problemas. Às vezes o varejista está com um prazo muito apertado e acaba selecionando alguém que não tem o perfil adequado.

Esse é um momento que é importante investir um tempo, definir bem o perfil desejado para o cargo, estabelecer as etapas do processo como entrevista coletiva, entrevista individual envolvendo a técnica e também entrevista por competências. Estabelecer testes técnicos e comportamentais ajudam o selecionador a conhecer melhor os candidatos e conhecer os perfis para a melhor tomada de decisão.

3. Capacitação

Depois de investir no Recrutamento & Seleção é hora de treinar. Uma cultura de capacitação traz muitos ganhos para o varejista.

Quando as pessoas percebem que a empresa investe na sua capacitação e desenvolvimento ficam motivadas, isso irá refletir no atendimento ao cliente e certamente aumentará suas vendas.

Treinar, treinar e treinar, essa é chave para o sucesso.

Para exemplificar vale a pena essa máxima:

Gerente financeiro pergunta ao dono da loja: O que vai acontecer se investirmos em nossos funcionários e eles nos abandonarem?

O dono, consciente, responde: O que acontecerá se não investirmos e eles ficarem na loja?

4. Fornecer feedback

As pessoas precisam saber como anda o seu desempenho. A falta de feedback soa como indiferença ao colaborador. Por isso é importante criar uma cultura onde as pessoas saibam como estão indo e o avaliador deve ressaltar pontos positivos e pontos que devem ser desenvolvidos.

Quando as pessoas recebem um feedback claro e honesto elas tem a tendência a repetir os comportamentos positivos e buscar formas de minimizar os pontos a desenvolver. E aqui vale lembrar a regra de ouro, “elogie em público e corrija em particular.”

Valorização

Por fim e não menos importante é fundamental que sua empresa valorize os funcionários, isso vai contribuir efetivamente para evitar a rotatividade de funcionários. A criação de experiências para conectar empresa e funcionários é um método de valorização que apresenta bons resultados.

Criando conexões entre empresa e funcionário, você conseguirá implantar uma ideia de pertencimento, o funcionário sentirá que realmente faz parte da empresa, aumentando assim a identificação, o engajamento e a disposição do colaborador.

Pense nisso e boas vendas!

Gostou do artigo? Leia mais sobre o tema no artigo: Descubra porquê direcionar equipes é potencializar resultados.

Deixe seu comentário com sua opinião sobre o artigo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *