Inventário rotativo de estoque em supermercados. Como e por que fazer?

O controle de estoque é a chave para o sucesso de todo varejo, principalmente supermercados, que devido ao alto giro e a grande quantidade de mercadorias em seu MIX precisam manter atualizado e correto o controle dos produtos em estoque e nas gôndolas. Um dos processos básicos que garante o controle é o inventário rotativo.

Inventário rotativo de estoque em supermercados. Como e por que fazer?
Para um bom controle de estoque é necessário que aconteça, regularmente, um inventário do estoque em sua loja. Alguns varejos fazem esse inventário uma vez por ano e outros de três em três meses.

Mas afinal o que é inventário de estoque?

Inventário de estoque pode ser resumido como a contagem, identificação e classificação de todos os produtos que sua loja possui.

Normalmente, também é chamado de balanço do estoque.

A partir do inventário é possível encontrar e analisar erros no estoque, confrontando os números coletados no inventário e os dados oferecidos pelo seu sistema, você terá essas informações em mãos.

Com base nesse levantamento será possível tomar decisões para resolver as causas desses problemas. Veja as 10 principais causas de problema de estoque nesse artigo. Assim, esse levantamento é fundamental para qualquer varejista reduzir prejuízos e melhorar a operação da loja.

O que é o inventário rotativo (cíclico)? E por que usá-lo?

O inventário rotativo é a contagem de uma determinada categoria de produtos. Seus benefícios são a redução de custos em relação ao inventário total, como ter de contratar terceiros ou pagar hora extra para funcionários, e inconvenientes, como parar o funcionamento da sua loja para realizar a contagem.

Para a realização desse inventário é necessário um sistema que auxilie durante esse processo. Este software será responsável em fornecer dados para que os funcionários possam realizar a contagem dos produtos de uma determinada família e depois caberá ao sistema fazer a integração entre todas as áreas do estoque da loja.

O inventário rotativo permite analisar até mesmo o menor seguimento ou setor da loja (família de produtos), sem que haja a necessidade da loja ser fechada, reduzindo gastos operacionais extras. Basta um coletor de dados e um software adequado.

Exemplificando, o inventário rotativo no supermercado:

Vamos usar um exemplo, imaginando que seja necessário fazer o inventário no setor de higiene pessoal, mas somente no subgrupo das patas de dente.

Primeiramente é preciso comunicar o responsável pelo setor sobre a necessidade do inventário para o dia. Considerando que o supermercado possua uma rotina sistêmica compatível para esta realização, o responsável pelo setor deve realizar as seguintes ações:

  • Comunicar ao repositor do setor sobre o inventário, solicitar que não ocorra abastecimento da loja com pasta de dente e requisitar que seja feito a organização da gôndola que será conferida.
  • Com o coletor de dados, mesmo com a loja em funcionamento, ir para o depósito e efetuar a contagem somente das pastas de dente.
  • No fechamento da loja, com o coletor de dados, efetuar a contagem das pastas de dente da loja. Um processo simples e rápido por ser somente um seguimento.
Atualização

Realizada as contagem, no dia seguinte, basta fazer a atualização deste balanço. Aí que vem a importância do software adequando para esse tipo de processo.

Software e inventário rotativo

Seu software de gestão deve ter a opção de “atualização do inventário parcial ou total?”. Ao informar parcial, o sistema analisa os itens existentes nessa contagem e apresenta na tela os níveis de departamentalização encontrados neste balanço. O sistema deve questionar o usuário se ele deseja zerar o estoque dos itens inexistentes no balanço da respectiva classificação.

Exemplo:

Setor 23 – Higiene Pessoal
Grupo 121 – Higiene Bucal
Subgrupo 87 – Pasta de dente

 

Informando que sim, o sistema irá zerar somente o estoque das pastas de dente de todo o MIX do supermercado. Facilitando sua análise sistêmica junto à lista de conferência e diferença de inventário.

Usando o inventário rotativo, você sempre manterá o seu estoque correto, analisando caso a caso os verdadeiros motivos dos famosos, mas evitáveis, furos de estoque. Usado especialmente para os setores de Açougue e Hortifruti, dando adeus a estas constantes “quebras”.

Em breve, escreveremos mais dicas sobre gestão de estoque e como reduzir perdas e aumentar o resultado da sua loja!

Quer saber como evitar as perdas no seu estoque? Veja esse artigo.

Tem alguma sugestão ou dúvida, nos envie um e-mail para contato@infovarejo.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *